30 dias com ela

/

30 dias de Dublin, 30 dias de Irlanda. Teve frio, teve andança, teve neve, teve passeio, teve um pouco de sol e muita coisa nova pros meus olhos, ouvidos e memória registrarem. 30 dias com essa cidade incrível!

Todo dia 20 é dia de comemorar!

1 - Confesso: passei frio um ou dois dias na primeira semana. Adaptação, frio inesperado... Mas tô viva e agora, tudo sob controle!

2 - Adoro andar de ônibus aqui: é fácil, sempre tem lugar pra sentar e tendo o cartão Dublin Bus, mais tranquilo ainda. 

3 - Tenho andado muito, muito aqui. Eu  lia as pessoas falando disso nos blogs antes de vir pra cá, mas mesmo assim, tô surpresa com as distâncias que tenho percorrido. 

4 - A primavera demorou, mas tá chegando. Os dias tem sido ensolarados e de temperaturas mais amenas. 

5 - Falando em temperaturas amenas: esses dias fez sensação de 8 graus e fiquei só de camisa de manga 3/4. Tudo bem que eu tava caminhando e deu um calorzinho, mas mesmo assim, sucesso total!

6 - Ainda não tenho o visto porque o universo tá testando minha paciência no quesito espera de documentação via correio. 

7 - Em duas semanas de aula, já faltei duas vezes. Desanima demais assistir aula de coisa que você já sabe de trás pra frente, ainda mais aula ruim! Depressão total.

8 - Me sinto bem confortável com nomes de ruas e avenidas aqui, além de já ter andado por praticamente todos os bairros centrais -Dublin 1 a Dublin 8. 

9 - A chuva voltou a dar as caras depois de muito tempo sem aparecer. Na maioria das vezes, é garoa que vem e volta, nada pra se encharcar. 

10- Tenho conseguido visitar lugares legais não só em Dublin como fora da cidade também - sempre a preços baixíssimos ou de graça!

11 - Em Dublin, fui no Museu de Arte Moderna, na Galeria da Cidade, no Garden of Remembrance, no Jardim Botânico, na Kilmainham Gaol e no Dublinia

12 - Fora da capital, já conheci Howth e Glendalough - lugares com paisagens de tirar o fôlego!

13 - Vejo muitas pessoas andando de bicicleta e penso que uma facilitaria bastante o meu transporte por aqui, mas prefiro esperar começar a trabalhar pra poder pensar no trajeto casa-escola-trabalho com mais clareza. 

14 - 30 dias e só senti falta de dar aula uma vez. 

15 - Pra ser sincera, senti falta de dar aula mais vezes, mas quando lembro das cobranças e encheções das escolas, me sinto feliz por estar "de férias" de ser professora.

16 - No entanto, anunciei aulas de inglês por aqui, mas pelo visto não há muito interesse das pessoas, então acho que vou deixar quieto. Povo acha caro (mas pra encher a cara todo mundo tem dinheiro!), marca aula e desmarca no dia, diz que vai pensar... 

17 - Ainda olho pro lado errado na hora de atravessar a rua e me confundo um pouco com a mão inglesa - difícil acostumar depois de 25 anos olhando pra outra direção!

18 - Os carros estacionam pra qualquer lado. Não sei se tô louca, mas no Brasil não era assim não, era?



19 - A experiência de morar numa casa tem sido bem legal porque depois de morar num apartamento pequeno a vida inteira, nem sei muito o que fazer aqui com tanto espaço.

20 - Não sou fã de cachorros, mas achei curioso ver tantas raças diferentes por aqui: cachorro magrelo, cachorro peludo, cachorro que mais parece leão de tão grande.

21 - O pessoal tem comentado sobre furtos de carteira e celular no centro. Nessas horas me sinto malandragem 100% por ter sido criada em São Paulo. Bolsa na frente, celular no bolso de dentro ou no bolso com zíper - moleque folgado não vai me furtar aqui não!

22 - Estou bem controlada - parte I: mesmo com promoções e preços ridículos de coisas como doces e chocolates, não comprei quase nada!

23 - Estou bem controlada - parte II: entrei na tal da Penneys diversas vezes e não comprei nenhuma peça de roupa. É barato? É. É legal? Sim. Mas o foco não é esse ainda, certo? Pra não dizer que não comprei nada, gastei menos de 5 euros com duas meias-calça fio 80 e 120.

24 - Estou bem controlada - parte III: o secador de cabelo é barato, a chapinha é barata, os cosméticos são baratos, mas de novo: não é o foco e só faço cara de paisagem quando vejo os preços nas lojas.

25 - Me sinto num filme do Harry Potter pela manhã quando vejo as crianças indo pra escola de manhã em seus uniformes de gravatinha e colete.

26 - As irlandesas se vestem de maneira bem diferente das brasileiras. Eu gosto bastante, e estou inclusive preparando um texto a respeito - só falta coletar mais fotos das modelos pelas ruas, porque não é fácil tirar foto das pessoas sem elas perceberem.



27 - Tirar dinheiro no caixa automático no meio do rua é uma experiência um pouco assustadora, porque em São Paulo, até dentro da agência eu ficava desconfiada.

28 - Eu sabia que aqui ventava muito, já estava psicologicamente preparada, mas mesmo assim, é sempre surpreendente quando você tem que fazer força pra frente com o corpo pra não desequilibrar com o vento.

29 - Solidão já deu um alô por aqui, mas ela faz parte e tenho aprendido a lidar com ela. 

30 - Dublin, 30 dias com você e parece que foram muito mais!


Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top