Arraial do Cabo

/

Desde que decidimos ir ao Brasil, eu queria muito levar o R. numa praia legal. Tá, tem praia na Irlanda (inclusive umas maravilhosas), mas não é a mesma coisa, né? Se tivéssemos tempo e dinheiro, em com certeza o levaria pro nordeste, mas como a situação não era essa, descartamos a possibilidade. 

Ao mesmo tempo já havíamos decididos que o Rio entraria no nosso roteiro. Só que eu não queria ira pra praia no Rio de Janeiro capital. Lá tem praias bonitas, claro, mas eu quera ir pra uma praia de tirar o fôlego. Foi quando comecei a pesquisar que o litoral carioca é abençoado nesse sentido. Seria longe ir pra qualquer lugar tipo Arraial do Cabo, Búzios e Angra saindo da capital, mas resolvemos ir mesmo assim. Pedi a opinião do meu amigo que nos hospedou lá, que disse que Arraial seria mais bacana do que Búzios ou Angra, que acabam sendo muito turismo-ostentação. 

Deixamos pra comprar a passagem de ônibus no Rio mesmo (ficamos com medo de comprar muito antes e a previsão do tempo não estar boa pra'quele dia, coisas assim). Foi uns 70 reais ida e volta e a viagem dura 3 horas. 

Saímos 5 e pouco da manhã. Antes das 9 desembarcamos no que nem posso chamar de rodoviária! Ali já fica o centrinho com supermercado e algumas lojas. Paramos num boteco pra tomar café e meu sapato começou a machucar horrores - o jeito foi comprar uma havaiana no mercado! Foi nesse boteco que mencionei que inclusive tomamos um suco de laranja docinho e maravilhoso - sem açúcar, claro! Ah, Brasil....

Pedimos direções de como chegar à praia e foi bem fácil - até porque no caminho um cara vendendo passeio de barco nos parou e nos levou até lá. 

Durante o caminho, fui tirando dúvidas sobre o passeio e também sobre a popularidade do local - cheio de argentinos na alta temporada. Mesmo assim, não demorou muito pra começarmos a ouvir espanhol por lá! Os falantes de espanhol vão dominar o mundo! Sério, gente, eles estão em todo lugar!!!

O passeio custou 50 reais e cobria, além das paradas em alguns locais, bebidas (água e refri) de graça. Durou das 11 até umas 16:00, acho que vale a pena. 

No começo fiquei desconfiada porque costumo enjoar em barcos, mas apesar do desconforto em alguns movimentos, fiquei ok. O barco começa a navegar naquela água verde maravilhosa e você vai ficando encantado com aquela vegetação incrível ao redor. 



Se não me engano, a primeira parada é a Gruta Azul e na sequência, a Fenda de Nossa Senhora:




Depois dessas paradas de dentro do barco mesmo, descemos na primeira praia. O barco não vai até a areia, tem que entrar num bote que leva a galera até lá. Como queríamos aproveitar a praia, não levamos a câmera, portanto, não tenho fotos desse primeiro paraíso - só de longe, do barco:



A segunda parada de praia foi, de novo, se não me engano, na Praia do Forno e dessa vez desembarcamos com a câmera:




A areia parece açúcar de tão branca e é muito macia. A água é de um verde/azul maravilhoso e super transparente. A vegetação ao redor é linda e a área toda é protegida por órgãos responsáveis por manter esses paraísos intactos. Parabéns aos envolvidos! :)

A volta até o ponto inicial no vilarejo é bem gostosa. O passeio de maneira geral é legal, mas é aquela coisa bem galera, povo bebendo cerveja e eles tocando axé, sabe?

Além disso, queria registar minha insatisfação com uma coisa: como algumas mulheres conseguem pegar aquele puta ventão na cara, descer na praia, se sujar de areia e água e continuarem lindas e ilesas? Que injustiça!

Como nosso ônibus de volta pro Rio só saía mais tarde, paramos num restaurantezinho local pra almoçar (self-service, pra alegria do R.) e depois ficamos na praça e tomamos sorvete. Chegamos no Rio no começo da noite e foi sossegado pegar táxi pra casa do meu amigo - ele me deu as instruções de como eu deveria dar o endereço pra pagar o valor tabelado e me senti a maior malandra em anunciar nosso destino como se eu morasse lá há anos. 

Eu super iria pro litoral carioca outras vezes, porque sei que é tudo maravilhoso. Pena a água ser tão gelada, quase não entramos (e pensar que até na Irlanda já nadei em mar, hein?). 




Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top