Saudades antecipadas

/

Esses dias eu tava pensando no quanto eu amo certas coisas aqui na Irlanda e no quanto eu sentiria falta delas se fosse embora tipo... hoje. Juntei tudo numa lista, se liga só:

10 - Ouvir buskers na Grafton St.

Ahhh, como é bom andar pela Grafton aos finais de semana no meio daquele monte de gente fazendo compras, caminhando, tomando sorvete ou simplesmente andando por ali. A Grafton tá sempre bombando e tem sempre gente se apresentando e cantando - tem uns músicos muito bons! Sentiria saudade de ver os talentos irlandeses pelas ruas.



9 -Bolos, tortas e afins

Claro que eu amo doces brasileiros, mas ó, os bolos, muffins, cupcakes e tortas doce irlandesas não deixam a desejar não! São tantas guloseimas maravilhosas que eu nunca tinha comido no Brasil que se tivesse que ir embora, sentiria muuuita falta. Só pra citar alguns: scones, rocky road, caramel shortcake, rhubarb muffin, rice krispie cake, mars bars cake...



8 - Andar no Stephen's Green

Como é bom passear por essa belezinha de parque em qualquer estação do ano e observar os patinhos, a criançada brincando, os casais apaixonados... no verão é ainda melhor, porque dá pra lagartixar na grama e fazer picnic!



7 - Comprar cosméticos bons

O que mais gosto de comprar aqui são cosméticos na Boots. É muito bom poder ter acesso a marcas famosas de shampoo, cremes, hidratantes que no Brasil, quando você encontra, custam os olhos da cara. Se estivesse na terrinha hoje, ficaria meio puta de gastar um dinheirão nesses produtos bons. E antes de você dizer que não valorizo o produto nacional, gosto muito de algumas marcas, tipo O boticário. Mas custa tudo tão caro!



6 - O interior

Ahhhh, o interior da Irlanda! O verde, a vegetação, as ovelhinhas, os cliffs, é tudo lindo. Nisso incluo também as pequenas vilas e cidadezinhas espalhadas pela ilha com seus pubs tradicionais, suas casas fofas, seus estabelecimentos simples e únicos. Amo ir pro interior!



5 - Cafés

Sim, em São Paulo também tem café, mas é diferente: não chega nem perto da variedade e qualidade dos cafés aqui. Tem café baratinho, redes famosas, cafés alternativos, enfim, pra todos os gostos e bolsos! Quando vou encontrar um amigo, 90% das vezes é num café.



4 - Sotaque irlandês

Quando cheguei aqui, estranhei um pouco o sotaque irlandês, principalmente o de Dublin. Não, minto: às vezes estranho até hoje! Apesar de ter me habituado com os chiadinhos dos T's e com os "dju know what I mean" da vida, ainda tenho que me concentrar 200% quando estou falando com os familiares do R. em Cork ou quando converso com algum estranho, tipo taxistas irlandeses. Ainda assim, se voltasse a ser professora no Brasil, morreria sem ouvir os "gorgeous", "lovely" e tantas outras maravilhas que os irlandeses usam em sua fala!



3 - Andar de bicicleta pelo canal

Eu me apaixonei por andar de bicicleta. Sempre gostei e tal, mas aqui, caí de amores. Não vou virar a louca da bicicleta e participar de corridas nem nada disso, mas nossa, me sinto totalmente livre quando posso me locomover com a minha bicicleta. Voltar a São Paulo e ter que gastar 1 hora e meia de ônibus e metrô seria um mega choque de realidade.



2 - Chá

Um camomila ou cidreira sempre tomei, mas chá preto com leite, não. E não é que hoje sou viciada nisso? Claro, tem gente que toma cups and cups of tea por dia, eu só tomo um de manhã (quando muito, outro no chá da tarde). É bom demais! Não fica quente de queimar a língua por causa do leite e é muito saboroso. Levei chá daqui pro Brasil mas não ficou igual porque na minha casa (e na casa de muita gente que conheço), o leite mais comum é o UHT e isso FAZ DIFERENÇA no resultado final do chá. Se fosse beber chá irlandês no Brasil, teria que 1) levar os chás daqui e 2) comprar o leite fresco, de saquinho.



1 - Irish breakfast

Não foi amor à primeira vista, mas foi paixão avassaladora na segunda. Que iguaria da culinária irlandesa! Torrada, feijão, rashers, black e white pudding, ovo... uma combinação perfeita. Sinto muta falta de comer isso pelo menos uma vez ao mês e sempre quando rola uma conversa com o R. do tipo "o que faremos de café da manhã amanhã?" a resposta é unânime: "a fry!!!" (que é como os irlandeses chamam o irish breakfast)!


Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top