Café-da-manhã e sobremesas

/

Todo mundo fala do Irish Breakfast, café-da-manhã irlandês reforçado e tal. Pérai, café-da-manhã?! Bacon, linguiça, ovos... café-da-manhã?

Aí lembrei dos meus tios em Pernambuco que comem cuscus bem cedo, mas divago.

O R. fez o tal do Irish breakfast pra mim algumas vezes e confesso: eu adorei! É óleo, gordura, tudo que não é saudável, mas é gostoso. E sustenta bem, viu? Dá um belo de um almoço.



Os ingredientes podem variar, mas no geral tem o já mencionado bacon - que aqui eles chamam de rashers, já que são tirinhas do bacon, e não pedaços - ovos, linguiça de porco (o que eu menos gostei, porque tem mó gosto de gordura), black pudding, white pudding e torrada.

Black o quê?

Black pudding, em português, morcela (?). É tipo uma carne misturada com sangue, sei lá. Não parece bom, mas juro que é gostoso. White pudding é a mesma coisa, só que sem o sangue: uma mistura de carne de porco, gordura, e outras coisas que preferimos não saber. É bom, vai por mim! E olha que sou mó contra esse negócio de comer gordura e tal.

Aí um dia desses eu exibia (através de fotos) as maravilhas doces da culinária brasileira pro R.: pudim de leite condensado, brigadeiro, beijinho, pavê, etc. Mas ele contra-atacou mencionando um tal de custard, que parece um mingau amarelinho. Ele pode ser comido individualmente ou no meio de outras sobremesas, como o triffle (que também provei e gostei!). R. misturou um pó próprio para o preparo, açúcar e leite. Confesso que eu não tava dando muito pelo tal do custard não, mas não é que o bichinho é bom? Tem que comer quente!

Mas a melhor sobremesa que comi aqui não foi triffle, nem custard, nem coisa nenhuma.

Foi a banoffee pie.

O negócio é tão bom, mas tão bom, que "bom" é pouco pra descrever a gostosura desse doce.



E depois de Irish breakfast, custard, banoffee pie... haja exercício pra queimar essas calorias! hahaha
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top