O último da Turquia

/

Algumas considerações que fui observando e compilando nos meus três dias e quatro noites de Turquia:

- Vi, na maior parte do tempo, somente homens no comércio. Mulher vi uma na farmácia e uma no caixa do mercado, só. 

- Acho esquisito uma mulher de burca entrar numa loja da Clinique ou usar uma super câmera Nikon. Lá eu vi várias! Além disso, muitas, mas muitas com iPhones e iPads nas mãos. Unhas bem feitas e a maioria bem maquiada. Achei isso um contraste no mínimo interessante. 

Tentei ser discreta na hora de tirar a foto, mas observe bem

- As pessoas fumam muito, muito! Engoli fumaça o tempo todo em que estive na rua. Nos corredores do hostel o povo fumava também. 

- Pegar o tram é bem fácil porque dá pra economizar os pés um pouco, e você aproveita e foge do trânsito caótico. 

- Não acho que visita guiada seja bom, mas no caso do Palácio Topkapi, tenho certeza que teria aproveitado mais se tivesse um guia explicando os detalhes. 

- Tripé pra viajar pelo jeito não é boa idéia: no primeiro dia choveu, então não tive como armar tripé na chuva, deixar câmera na chuva e ir posar pra foto. Além disso, não pude entrar com ele em nenhuma atração. Ou seja, nos outros dias nem o carreguei  mais. 

- Comida é muito gostosa e muito barata: seja doce ou salgada, "chique" ou mais simples.

Peixinho delícia!

- Os turcos são muito simpáticos e receptivos. Não sei se porque sou mulher, mas notei esforço de todos em me ajudar quando precisei. Mesmo quando não falem bem inglês.

- Quando você estiver viajando sozinha e vier um chato, apenas diga "no English". Só fui ter essa brilhante idéia depois do turco grudando e do tiozinho me chamando pro café...

- Eu achava que Istambul estaria cheia de brasileiro, mas a verdade é que não ouvi português nenhuma vez. E olha que quando eu perguntava aos vendedora sobre brasileiros, todos diziam que muitos iam pra Istambul sempre.  

- Os vendedores sabem todos falar coisas simples em outros idiomas. Mas no geral, todos falam muito bem espanhol! Fiquei até espantada porque quando me viam, já lançavam um "hola". Ouvi vários "muy guapa" e "muy hermosa" nesses dias. 

- Tem muito estrangeiro lá. Acho que deve ser assim em qualquer lugar turístico, e como nunca tinha passado por isso, foi uma experiência incrível conhecer iranianos, russos, coreanos, franceses, etc. 

- Acho que visitar a Turquia no frio deve ser melhor. Tudo bem que sou suspeita pra falar, porque não gosto de calor, mas fico pensando entrar naquelas mesquitas e palácios no calor, deve ser de matar. 

- Somente no meu terceiro dia ouvi referências ao samba. Até então só tinha ouvido "ah, são Paulo, football" e tal. 

- Por causa da primavera, a cidade estava muito florida em todos os lugares, coisa linda de se ver!





Istambul é linda, exótica, imponente, histórica, e cheia de coisa interessante. Apesar dos estranhos me abordarem muito e deu ter ficado meio "pé atrás" com alguns, não tive medo de andar sozinha muito menos de ser assaltada. A cidade é simplesmente adorável! 
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top