O bispo e a ilha (ou o meu Valentine's Day)

/

Ahhhh, dia 14 de fevereiro. Valentine's Day!

Assim como outra data vastamente comemorada em países de língua inglesa, o Halloween, o Valentine's sempre esteve muito presente na minha vida por eu ter trabalhado em escolas de inglês. Sempre rolava uma decoração, um correio elegante, alguma coisinha. Lembro de um ano em que preparei uma atividade com a música "Love's Divine" do Seal... será que algum aluno da Micro lembra disso?

Mas enfim, o fato é que a origem desse dia vem de uma história toda linda e meio ficcional (eu acho, porque não vejo como isso pode ter sido assim tão verdade); roubei do wikipédia e fiz umas adaptações: era uma vez um bispo chamado Valentim. Ele lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras pois acreditava que os solteiros eram melhores combatentes. Valentim continuou celebrando casamentos secretamente, mas a prática foi descoberta e ele foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor - inclusive o próprio Valentim acabou se apaixonando; no caso, pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes de sua execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim” (Your Valentine, em inglês). Fofo, né?



Eu sou romântica mesmo. Escrevo carta, faço cartão, tento ter idéias criativas de presente, faço seleção de músicas, enfim... acho que as coisas boas tem que ser celebradas mesmo!

Aqui na Irlanda vi algumas lojas decoradas com corações e balões e muitas com promoção de flores e chocolates. Hoje fui ao shopping comprar um cabo pro meu celular e a lojinha de cartões tava bombaaaando:

Como sou preparada, já tinha comprado o meu faz tempo

Não sei se aqui na Irlanda há alguma tradição mais específica dessa data. Acabei achando um link que comenta de flores, viagens românticas pelo país e aquele anel irlandês, o Claddagh ring.

Eu queria fazer alguma coisa diferente e memorável, então pesquisei alguns destinos aqui pela Irlanda pra fazer um "getaway", uma viagem de "vai num dia e volta no outro", sabe? Foi quando R. sugeriu de irmos pras Aran Islands, destino que já tínhamos vontade de ir e que só não havia rolado por falta de tempo quando fomos pra Galway. Digo isso porque as Aran Islands são bem pertinho de lá:


Nós vamos especificamente pra ilha maior, a Inis More. Dá pra ir de ferry, mas resolvemos ir de avião pois o clima pode não estar favorável (aliás, do jeito que a coisa tá feia aqui é capaz de não estar mesmo) e se o clima não tá bom, os ferries são cancelados. De avião são apenas 10 minutos de Galway! Pertinho!

Valentine's Day com o R., numa ilha, no inverno... não quero mais nada dessa vida!
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top