Eu mesma faço

/

Quando a gente está se preparando pro intercâmbio (e também quando já esta nele), economia é a sua melhor amiga.

Ainda no Brasil, eu fiquei meses sem comprar nenhuma roupa, bolsa ou maquiagem pra poder juntar dinheiro pra vir pra cá. Aqui, não comprei nada significativo (meia-calça de 2 euros não conta, né?) por uns 5 meses, já que não tinha emprego fixo e não podia sair gastando. Mas essas são minhas prioridades. Se por um lado não comprei "bens materiais", não hesitei em gastar com entrada em museus e jantares com o R.

E nessa história de economiza daqui pra gastar ali, várias pessoas ficam meio perdidas, já que costumavam comprar coisas x e utilizar serviços y que nao são os mesmos que os do Brasil. Fazer as unhas, depilação, corte de cabelo, essas são so algumas das coisas que a gente (meninas) precisa mas não sabe bem como vai fazer. 

Aqui em Dublin é possível encontrar gente (inclusive brasileiros) oferecendo todo tipo de serviço, inclusive esses que citei. Mas essas coisas não são prioridades pra mim e continuei na minha vibe "faço eu mesma": se desde muito nova aprendi a fazer as unhas por conta própria, aqui em Dublin cortei meu cabelo sozinha pela primeira vez. 

Tingir eu sempre tingi sozinha e a franja eu também já cortava sozinha - ainda em SP comprei uma tesoura específica pra cortes justamente pensando em manter a franja quando chegasse aqui. Mas os meses foram passando, o cabelo foi ficando despontado e resolvi passar a tesoura. 


A cor tava viva, mas ó as pontas!


Obrigada Google pelos resultados de "como cortar o cabelo sozinha". 

Dividi o cabelo atrás, com ele seco mesmo. Depois, dividi cada lado em 3 partes, na horizontal. Comecei cortando a mecha próxima a nuca e depois de igualar o outro lado, cortava uma nova mecha. 

Ao final, aparei a franja e tcharãn: cabelo sem pontas duplas e feiosas.


Mas ele tava bem desbotadinho (dá pra ver nessa foto aqui) e resolvi estrear minha tinta nova, a Atomic Pink da marca Special Effects - comprei nesse site (paguei em libras já que o site é do Reino Unido, mas o preço tá válido). Essa marca é considerada a melhor de tintas-fantasia (já havia usado um laranja deles antes de trabalhar na Cultura, onde fui obrigada a tingir de castanho em cima do laranja) e tem cores lindas, inclusive esse rosa que eu escolhi. Muita gente diz que ele é super pigmentado e mesmo quando desbota, não perde a vivacidade e não sai nem reza brava. Resultado:




Já são quase 20 dias de tinta e a cor tá muito parecida com essa da foto, que foi tirada uns 3 dias depois de tingir. Amor, né?

Mas o melhor de tudo isso é que: tirei as pontas ressecadas, tingi o cabelo e não gastei um centavo pra isso! Tô muito independente! 
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top