Babs babá

/

Amanhã serão 4 semanas de trabalho completas como childminder - vulgo babá.

Nesses 30 dias, aprendi a trocar fralda e roupa de criança, mesmo quando ela não quer fazê-lo.

Cortei muita batata e cenoura pro jantar.

Limpei baba e catei pedacinhos de comida cuspidos pela casa - sempre que eu via alguma mãe fazendo isso pensava: que nojo, credo. O mundo dá voltas! Rá!

Levantei, sentei, levantei e agachei quatrocentas mil vezes.

Empurrei carrinhos pesados e fiz lanches para o parque.

Brinquei com quebra-cabeça, boneca e cozinha de mentirinha.

Dancei e cantei "Itsy Bitsy Spider" umas 37 vezes.

Aprendi a cantar "Row row row your boat" e "Jelly on a plate".

Li muitos livros, mas praticamente o "Fox on the box" todo dia.

Busquei na escola no sol, no vento e na chuva.

Dei bronca séria.

Pedi abraços em vão, para semanas mais tarde, ao dizer "Will you give Barbara a big hug?!" ganhar um abraço gostoso.

Respondi a muitos "why".

Falei "good girl", "thanks for being a good girl" e "very good" umas 569 vezes.

Expliquei "let's wait for the green man" ao atravessar a rua umas 23 vezes.

Ri, me surpreendi e me irritei.

As crianças são fascinantes, mas a melhor parte do dia é quando a mãe delas chega e eu vou pra minha casa sozinha. Não nasci pr'essas coisas não, meu!

Eu e as meninas versão suricate
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top