Mas eu não sossego mesmo

/

Pra ser sincera, eu queria ter cabelo azul. Mas o azul que eu queria não pegou - quer dizer, durou pouco tempo e acabou ficando muito mais verde do que azul

Eu já vinha pensando em mudar a cor. Primeiro pensei em roxo, mas mudar do roxo pra outra cor depois pode ser meio difícil, então pensei em alguma cor quente, já que cores quentes combinam mais com o meu tom de pele. 

Decidi rosa então - que nunca foi minha cor preferida e nem é uma cor quente no sentido literal, mas pode ser considerada uma prima, já que vem da mistura do vermelho (que é quente) com o branco. 

Por mais que meu cabelo estivesse desbotado, passar o rosa por cima do verde não seria legal. Mas eu não queria fazer uma descoloração severa pra não detonar tudo, né? Ai lembrei de um post que li aqui (quem curte cabelo colorido e tal, vale a pena ver esse blog) sobre descolorações mais amenas. E resolvi fazer: você coloca o pozinho, a água oxigenada 10 ou 20 volumes e a mesma quantidade desses dois primeiros elementos de shampoo - transparente ou não. 

Antes de descolorir

Fiz a mistura, passei no cabelo e deixei por uns 40 minutos. Olha como ficou:


Mais claro, né?

Pra poder aplicar a tinta, tem que tirar essa mistura do cabelo, lavar e secar. Ai, que trabalho! 

Feito isso, coloquei minhas luvas e mão na massa! O tubinho quaaaase não deu pro cabelo todo (não tinha percebido que meu cabelo tava tão grande!), mas foi. Usei a mesma marca que o último azul, a Live Color XXL (Raspberry Rebel). Cobri as mechas com papel alumínio e deixei por uns 45 minutos. Lavei o cabelo no banho e voilà!




A cor ficou fiel à cor da embalagem - forte e bonita. Passei hidratante no cabelo e vou continuar usando cremes por uns tempos pra mantê-lo hidratado já que nos primeiros dias após esse processo todo o cabelo pode ficar com textura seca e esquisita. 


cabelo rosa

cabelo rosa
Depois de uma lavagem - desbotou um pouco, mas normal
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top