Viagem pela Irlanda - Dingle

/

Pra quem acompanha o blog, já tá sabendo que fiz uma viagem pela Irlanda na semana passada. Pra quem não acompanha, dá pra ler os primeiros relatos aqui, aqui e aqui.

Então eu estava em Killarney. O plano era seguir pra Dingle - pegando a rota da costa e poder ver o cenário dessa linda península - que é a península mais oeste da ilha toda. O GPS nos mandou pra essa rota! Com algum tempo de estrada já foi possível ver o mar e até  uma praia com areia! 


Foto roubada do google

Fiquei surpresa com a praia que vimos no caminho porque as outras que eu vi por aqui - em Howth, Dun Laoghaire e Malahide - não tinham exatamente areia, e se tinham, não dava pra sentar e apreciar o mar. Só que essa tinha muuuita areia. Paramos o carro e descemos pra tudo de perto. O sol já tinha indo embora mas ainda estava claro, apesar de frio. 


Inch Beach

Em irlandês, Dingle se chama "An Daingean", que significa "forte" - nome relacionado com o papel que o local teve nas rebeliões na Irlanda no passado. A cidade recebeu muitos espanhóis depois da chegada dos Normandos porque a pesca era intensa ali e o local fazia comércio com a Espanha. De acordo com o meu guia de viagem da Irlanda, grande parte da população local tem os olhos e cabelos escuros devido à influência do sangue espanhol.

Ficamos um pouco na praia e seguimos pra cidade. Até assustei porque não imaginava que Dingle fosse tão pequena! A cidade é até bastante turística, mas com pouco movimento após às 6 da tarde, a não ser pelos pubs, claro. Aliás, a população local se gaba de que eles têm tantos pubs quanto pessoas na cidade - o que não é verdade, lógico, mas veja só: são mais de 50 pubs pra 1.500 habitantes! No mais, há muitas casinhas fofas e coloridinhas, lojas charmosas e montanhas ao redor. Que graça de cidade! Tinha muitas casas no meio das montanhas inclusive. Já pensou morar ali?! 



dingle, irlanda


Paramos num Bed and Breakfast e meu flatmate negociou com a mulher pra ela fazer um bom preço. 25 euros com café da manha por pessoa, ótimo. O local era muito bacana, cheirosinho e bem decorado. O quarto era grande e super confortável também! 

O pessoal queria sair pra tomar umas pints, mas dessa vez, não os acompanhei (sim, sou velha). Preferi tomar um banho e ir descansar mais cedo - a cama tava ótima! Naquela noite, sonhei que tinha viajado pro México com uma amiga. 

O terceiro dia de viagem começou com um café da manhã muito, muuuuuito bom. Tudo caseiro: um pão escuro molhadinho delicioso, geléias e ate o famoso Irish breakfast na versão "light", porque "só" veio o bacon, lingüiça, ovo e tomate. Comemos bem e saímos felizes com o café maravilhoso! Além disso, o filho da dona que nos atendeu era um fofo, nunca vi criança tão educada e gentil.

Saímos de Dingle em busca de um dos pontos turísticos mais famosos da Irlanda: os Cliffs of Moher. E como manda a tradição, falo dos cliffs no próximo post.
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top