Me mudei!

/

Quando eu vim pra Irlanda, não pensava que mudaria de casa tão cedo. Ainda mais porque eu gostava de onde morava - uma casa grande, bem iluminada, próxima do Phoenix Park e relativamente perto do centro (a pé dava uns 40 minutos; de ônibus, 15). Além de tudo isso, eu me dava muito bem com os meus companheiros de casa e nos dávamos bem na divisão de tarefas e compras.

Mas meu aluguel era caro.

Na primeira semana em Dublin, andei muito procurando casa (falei disso aqui, aqui e aqui). Levei muitos "nãos" e tava quase pedindo pra ficar mais dias no hostel pois ainda não havia encontrado acomodação. Quando essa vaga surgiu nos Classificados em Dublin no Facebook, não pensei duas vezes: me candidatei, visitei o local e gostaram de mim. Sucesso, eu tinha um lugar pra morar.

Só que os dias vão passando, os meses vão indo e o dinheiro que você trouxe vai acabando. Você ainda não tem emprego fixo e começa a dar um medinho da grana acabar e você ter que ir embora antes do tempo - o que definitivamente eu não queria. A minha ideia estava sendo correr atrás de outros empregos, mas às vezes as coisas caem do céu sim.

Lembra da Bia? Sempre falo dela por aqui porque ela me acolheu em Dublin, me acompanhou em diversos passeios e sempre tirou minhas dúvidas antes mesmo da gente se conhecer pessoalmente, já que eu lia o blog dela lá do Brasil. Ela comentou comigo que abriria uma vaga num quarto single na casa dela, em D8. Não pensei duas vezes: era praticamente a mesma distância do centro da casa onde eu morava, o quarto era maior do que o meu e o melhor de tudo: o aluguel era praticamente metade do que eu pagava.

Com dor no coração, mas aliviada por reduzir meus gastos com aluguel pela metade, anunciei aos meus flatmates que eu sairia em breve. Preencher minha vaga não foi difícil - com um anúncio no grupo do facebook alguns interessados apareceram e eles logo escolheram a nova moradora. Eu me mudei no dia em que cheguei de viagem - dia 3 de junho. Aproveitamos que estávamos de posse do carro que alugamos pra viajar e fizemos a minha mudança. Aliás, que trabalhão mudar, hein? Isso porque eu trouxe pouca coisa e não comprei nada aqui. Faz mala, arruma sacola, dobra edredon, cansei! O quarto novo tem um guarda-roupa embutido, mas sem gavetas. Vou ter que comprar uma cômoda e/ou criado-mudo pra terminar de arrumar as coisas, mas por ora, tá uma bagunça arrumada.

Óbvio que não foi assim tão clean e fácil

Na minha rua nova tem um condomínio de residências do governo (ou seja, molecadinha bem mal-encarada), mas é sossegado e passa ônibus o tempo todo pro centro. O melhor de tudo é que eu já frequentava a casa, então já conhecia as pessoas que aqui moravam, o que me deixa tranquila e feliz.
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top