Um dia em Cardiff - parte I

/

Nas nossas férias de Agosto tivemos a oportunidade de encaixar uma rápida visita à capital do País de Gales - graças à proximidade do local com a cidade onde estávamos antes, Bristol, na Inglaterra. Compramos a passagem de ônibus pela internet (10 libras ida e volta) e em mais ou menos 1h chegamos em Cardiff - numa segunda-feira extremamente cinza e chuvosa!

A gente achava que ia ser deixado na estação de ônibus, mas poucos dias antes de estarmos lá a National Express (cia de ônibus) mudou algumas rotas e acabou mudando a parada final de Cardiff - fomos deixados no Bute Park. Só que não sabíamos onde estávamos e não tínhamos nenhum mapa - o jeito foi perguntar pra um funcionário por ali e ele nos deu direções pra chegar no castelo, que é muito pertinho. 

Aliás, a verdade é que Cardiff é uma cidade super compacta - uma área urbana de menos de 7 mil km² e 321 mil habitantes. Além disso, adivinha qual a capital mais nova da Europa e uma das cidades mais verdes do Reino Unido (com mais de 300 jardins e parques)?! Pois é.


O País de Gales estava na minha lista de destinos porque poxa, eu queria conhecer todos os países do Reino Unido e só faltava esse. Além disso, tem muita coisa interessante por lá (algumas eu acabei encontrando nesse site aqui):

- Há uma cidade no norte do país chamada Llanfairpwllgwyngyllgogerychwyrndrobwllllantysiliogogogoch ("Igreja de Santa Maria no fundão do aveleiro branco perto de um redemoinho rápido e da Igreja de São Tisílio da gruta vermelha"). Acredita-se que este seja o nome de lugar mais longo no mundo!

- A primeira transmissão de rádio de Marconi foi feita entre dois pontos no País de Gales em 1897.

- A população de ovelhas é quatro vezes maior do que a população de humanos (e sempre há piadas relacionadas à esse assunto!).

- Anthony Hopkins e Catherine Zeta-Jones (por essa eu não esperava!) são de lá, assim como uma das minhas bandas preferidas, o Stereophonics! <3

- Por fim, Gales tem mais castelos por quilômetro quadrado do que qualquer outro lugar no mundo!

E foi por um desses castelos que iniciamos a segunda-feira chuvosa por lá.

O Castelo

O Castelo de Cardiff começou a ser construído no século 11 por Normandos - quer dizer, começar não, pois já havia uma estrutura por ali: muros que datam dos tempos romanos. Aliás, toda a história do castelo é bem interessante, já que já passou pela mão de muita gente e no primeiro andar do museu há uma linha do tempo (e também exibem um vídeo meio nada a ver) de toooooda a trajetória do Castelo de Cardiff - de ruínas romanas à sua aquisição pelo Marquês de Bute no século 18 à 1947, quando o castelo foi dado à população da cidade.





A torre principal em si não tem nada de mais: são ruínas cheias de escadas estreitas (e escorregadias com aquela chuva!) que dão para o topo da torre, de onde dá pra se ter uma vista privilegiada de Cardiff.

Fora isso, há também uma parte mais moderna, com os móveis e decoração de quando a família do tal Marquês morou por ali.






Pra quem já visitou castelos pelo Reino Unido e Irlanda, não há nada de muito novo, já que a história dos Normandos construirem uma porrada de castelos por essas bandas é muito comum e eles tem uma arquitetura e estilo parecidos. Ainda assim, acho que uma visita ao Cardiff Castle vale à pena porque ele é especialmente lindo e imponente, bem no coração da cidade.

Sim, saiu o sol depois de termos nos molhado a manhã toda

O muro

Do lado de fora do castelo, na rua principal (Castle Street! hahaha) há um muro chamado Animal Wall que começou a ser construído em 1890. Já ouve planos de demolirem as esculturas de animais no topo do muro para a expansão da rua, mas o governo não aprovou a ideia no final. Aliás, durante a restauração do parque que fica ali ao lado (Bute Park - o mesmo de onde descemos do ônibus!) em 2010, arrumaram alguns detalhes de certas esculturas que estavam danificadas.




ps.: Rick falou muitaaa coisa legal sobre o País de Gales e sobre Cardiff nesse post aqui, vale a pena ler!
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top