Um dia em Cardiff - parte II

/

A primeira parte desse post está nesse link aqui.



High Street 

De frente pra Castle Street fica a rua de pedestres chamada High Street. São várias lojas e mercados e alguns bancos pro pessoal sentar também. Foi por ali que vi o maior número de arcades que já tinha visto até então - aliás, Cardiff é considerada a cidade das arcades, já que por ali é possível encontrar alto número de arcades vitorianas, eduardianas e contemporâneas. E se você está achando que arcade se refere ao videogame, bem, não é bem assim. Arcade é como se fosse um conjunto de pequenas lojas e restaurantes... er... como se fosse uma galeria, sabe? Tipo a galeria do rock, em São Paulo.







De fato, a entrada de muitas delas é realmente belíssima e tem muita coisa legal pra ver e comprar (fiquei só na primeira opção), inclusive muita produção local, sabe? A High Street foi "pedestrializada" também em 2010 como parte do projeto de tornar toda a região do castelo mais turística e atrair mais pessoas às lojas.

O mercadão

Toda cidade tem um tipo de um mercadão e até Cardiff não ficou de fora: o Cardiff Central Market fica onde originalmente existia uma prisão. Por lá é possível encontrar diversos itens de souvenir, comida, frutas, carnes, itens de vestuário, entre outras coisas. E fique tranquilo porque não tem cheiro de peixe! hahaha



Foi passeando por ali que demos de cara com uma tenda que tinha um cheiro delicioso: eles faziam bolos e tal e fiquei atraída pelo tal de Welsh Cake - um bolinho feito de ovos, farinha, gordura e passas. Eu provei uma variação - de coco - e adorei. Ele é um pouco seco, mas não muito doce. Seria perfeito com um cházinho - hmmmm! Uma curiosidade é que ele não é feito no forno, mas numa espécie de chapa.








Bute Park 

Após ter comido um Welsh stew na loja do Castelo, resolvemos passar um tempinho no parque, já que magicamente o tempo havia mudado: agora fazia sol e o céu estava azul, azul! Impressionante como o tempo por essas bandas é instável.

O Bute Park é uma mistura de jardins, espaço verde e arboreto. Ele tem meio quilômetro quadrado e é extremamente agradável, uma delícia mesmo. Foi ótimo passar um tempinho descansando por ali antes de enfrentar a jornada: voltar pra pegar o ônibus em direção à Bristol, pegar o ônibus pro aeroporto saindo de Bristol, voar pra Dublin.




Vale a pena conhecer?

Achei Cardiff uma cidade super simpática e tranquila e eu recomendo a visita sim, caso você esteja por esses lados. Aliás, o País de Gales como um todo tem paisagens maravilhosas e seria incrível poder conhecer algumas delas... quem sabe quando eu for visitar o Rick, que está agora morando por lá?
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top