Ano Novo em Dublin

/

No ano passado eu comemorei a virada de ano em Praga com minha mãe e irmão. Este ano o plano era comemorar em Dublin, já que a Bia chegaria do Brasil (\o/) no dia 31!

Massss, eu já sabia que aqui não tem nada de muito especial no Reveillon (que aqui eles não chamam de Reveillon!), porque o negócio deles é Natal. Geralmente as pessoas fazem uma house party com amigos e família ou vão pro pub beber - os irlandeses adooooram uma desculpa pra ir no pub beber, né? Bom, sabendo dessas condições, resolvi colocar um pouquinho de brasilidade no meu Ano Novo irlandês: tive a ideia de fazer uma ceia com amigos e depois irmos pro centro ~curtir a noite~ dublinense.

Obviamente eu nunca cozinhei pra mais de duas ou três pessoas, muito menos uma ceia de Ano Novo! Já fui pedir ajuda dos universitários (tia, pai do R. e google: obrigada!) e munida de todos os ingredientes, começamos a cozinhar no dia 31 à tarde.


A Alê ajudou nos preparativos e decoração, mas quem cuidou do peru foi eu e o R. - a gente ficou brincando que se o peru ficasse bom, poderíamos obter o certificado de adultos porque assar um peru é tipo final challenge do videogame pra gente, sabe? Compramos ele já descongelado e seguindo as instruções dadas, deu tudo certo. Fizemos o peru acompanhado de lentilha (obrigada Polonez por vender bacon de verdade!) e arroz branco, e a C. trouxe salada de batata pronta. De sobremesa a Alê fez um pudim delícia e cortamos fruta pra fazer salada de fruta, mas todo mundo comeu tanto que no final as frutas ficaram no pote.

Mãe, tia, família, vejam com os seus próprios olhos: o peru ficou bom!








Depois de comer horrores, fomos pra segunda parte da noite: pub! Não tinha mais ônibus e o jeito foi pegar um táxi (demos sorte, pois táxis geralmente estão bombando de gente no dia 31). Descemos na Dame Street e fomos encontrar um amigo do R. no pub The Foggy Dew. Fomos novamente sortudos, pois o pub não estava cheio e depois de uns 30 minutos conseguimos pegar os lugares de um grupo de amigos que saiu de lá! Oba, Ano Novo sentadinha, começamos bem!

Basicamente a virada do ano acontece quando as pessoas começam o countdown: ten, nine, eight..... Happy New Year! Todo mundo se abraça, casais trocam beijos e pronto! Voltemos a beber! Mas antes: o R. já tinha me dito que sempre tocam uma música tradicional após a meia-noite. A tal música é a Auld Lang Syne, um poema escocês de 1788! Ninguém sabe muito bem a letra (afinal, é tipo um Scots mó antigo), mas todo mundo cantarola e fica de mãos dadas num círculo dançando, é bonitinho!




Depois de um tempinho o Rick foi encontrar a gente mas já estávamos cansadões - a Bia porque não tinha dormido no vôo pra cá; eu e o R. porque estávamos correndo atrás das coisas e cozinhando desde umas 4 da tarde. Demos sorte mais uma vez e pegamos um táxi tranquilamente na margem do Liffey e assim terminou nossa virada de ano. Happy New Year e um excelente 2015 pra todos nós!
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top