O museu do Titanic propriamente dito

/

Eu já tinha ido ao Museu do Titanic duas vezes, mas como comentei no post passado (de semanas atrás!), fui pra diferentes ocasiões e não visitei o museu em si. 


Belfast e a guerra dos tronos

A construção de Belfast e a construção do Titanic

Corrida colorida - the Color Run, em Belfast



Dessa vez, na presença do R., conseguimos fazer o passeio direito. O museu é gigante e tem preços diferentes pra visitar coisas diferentes - se nos tivéssemos mais tempo, talvez até teríamos visto mais coisas, mas por outro lado, a gente fica meio enjoado, né? Acho que o ingresso mais básico, que dá acesso às galerias, já está de bom tamanho. 

Quando chegamos pra comprar o ingresso, como em quase todo museu na Europa, a menina no caixa perguntou de onde éramos. Respondi que eu era brasileira e que R. era de Cork. E qual foi a minha surpresa ao ouvir ela responder num português lindo e claro: "Ah, eu falo português!"

OI? QUÊ? Mas o que essa menina aqui na Irlanda do Norte tá fazendo falando português?

E não só isso: ela continuou dizendo que era polonesa e que adorava aprender outras línguas, além de ter um namorado brasileiro, claro. Ela já tinha ido pra alguns lugares no Brasil e falava com um lindo sotaque de São Luís (namorado dela é de lá!). R. achou a maior graça da situação e disse pra ela, em português, que ela falava muito bem. No final da conversa ela nos entregou os ingressos e nos indicou o local onde o passeio começava - em português! ÊêêÊê mundo pequeno!


O Museu do Titanic é situado onde o navio original foi construído e tem apenas 2 dois anos de idade, tá bem novinho! Com 425.000 de visitantes anuais, o museu pode ser considerado o local mais visitado do país - ganhando até das belezas dos Giant's Causeway e das rotas do Game of Thrones.


museu do titanic, belfast, irlanda do norte


Compramos o ingresso mais baratinho que dava acesso aos painéis. São vários andares e salas e mesmo indo rapidinho, levamos duas horas - ou seja, se quer ver tuuuudo com calma, reserve pelo menos umas 3. Como eu disse no outro post sobre Belfast, o museu começa com uma introdução da cidade e todo um contexto histórico pra chegar na construção de navios.

São 9 galerias no total:

- Boomtown Belfast (mencionada no parágrafo acima e no post já mencionado)

- The Shipyard e The Launch (a construção do Titanic em si e seu lançamento)


museu do titanic, belfast, irlanda do norte

- The Fit-Out (eles recriaram pedaços do navio para termos noção da real dimensão das coisas, como as cabines da terceira e primeira classe e outros detalhes, como objetos e prataria usados no navio)


museu do titanic, belfast, irlanda do norte

museu do titanic, belfast, irlanda do norte



- The Maiden Voyage (detalhes sobre a partida do Titanic de Belfast e suas paradas na costa da Irlanda antes de seguir pros EUA)


museu do titanic, belfast, irlanda do norte


- The Sinking (transcrição da conversa do capitão com navios próximos quando o navio atingiu o iceberg e outras informações sobre o acidente)


museu do titanic, belfast, irlanda do norte


- The Aftermath (o legado do desastre e como a mídia e sociedade lidaram com o fato na época)


museu do titanic, belfast, irlanda do norte


- Myths and Legends (história de passageiros ilustres e como a história do Titanic foi retratada através de diversos filmes, peças, música, etc.)


museu do titanic, belfast, irlanda do norte


- Titanic Beneath (como o navio se encontra agora, a 3.700m abaixo do nível do mar - imagens de câmeras explorando os destroços e tal)


museu do titanic, belfast, irlanda do norte


Isso é só uma parte do museu, que como vocês podem ver, é muito completo e interessante. Foi um grande prazer poder ver tudo isso de perto já que fui/sou grande fã do filme e da história do navio. Passeio imperdível pra quem vem pra Irlanda/Irlanda do Norte!

museu do titanic, belfast, irlanda do norte

Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top