A calçada do gigante e a tal da ponte

/

No feriado que teve no final de outubro fui com o R. pra Irlanda do Norte e passamos meio dia/uma noite em Belfast, onde visitamos o Museu do Titanic. No segundo dia seguimos ainda mais ao norte, com o objetivo de conhecer o Giant's Causeway e a Carrick-a-Rede Bridge, cartões-postais do país.

Tipo, desde que eu pesquisava sobre a Irlanda já tinha visto que muita gente que morava aqui fazia esse passeio pro Irlanda do Norte e eu ficava morrendo de inveja, sonhando com o dia em que eu pisaria naquele lugar. Várias vezes planejei ir pra lá, mas como tudo tem uma hora certa de acontecer, só foi dar certo há uns meses atrás, um bom tempo depois deu ter vindo morar aqui.

Fomos na ponte primeiro porque de acordo com pesquisas, o horário de fechamento dela era mais cedo que a Calçada dos Gigantes. Compramos o ingresso e caminhamos até ela - dá uns bons 20 minutos de caminhada, mas a vista compensa (como sempre aqui nessa ilha!):

Carrick-a-Rede Bridge na irlanda do norte


Carrick-a-Rede Bridge na irlanda do norte


Ao nos aproximarmos da ponte, levei um susto: essa é a tal ponte? Ela é muuuuito menor do que eu imaginava, sabe? Você desce uns degraus bem estreitos e aguarda a funcionária do local dar um ok pra você atravessar. Como fomos numa época não muito amigável pra turismo, não tinha muita gente e até foto sozinhos na ponte conseguimos tirar. Na ida fiquei morrendo de medo de atravessar e nem olhei pra nada a não ser o outro lado da ponte; já na volta, vim numa velocidade reduzida e até olhar pra baixo olhei!

Carrick-a-Rede Bridge na irlanda do norte


Voltamos pro estacionamento (haja degrau e caminhada de novo!) e seguimos pro Giant's Causeway, que fica a uns 15 minutos da Carrick-a-Rede.

O Giant's Causeway é um conjunto de formações rochosas que parecem degraus. A lenda diz que na verdade havia um ponte ligando a Irlanda do Norte e a Escócia e que ela foi destruída por um gigante irlandês, que com medo do gigante escocês, voltou correndo pra essa ilha quebrando as pedras pelo caminho. O Rick explicou de uma maneira bem didática aqui.

Eu imaginava que as tais pedras eram gigantescas, mas o que vi foram degraus com não mais de 2 metros de altura. Confesso que fiquei um pouco decepcionada com o tamanho, mas acredito que estou sendo influenciada por um outro fator: chegamos no fim da tarde e tava escurecendo, além dos fortes ventos que faziam a gente desequilibrar!

giants causeway irlanda do norte

giants causeway irlanda do norte


Existe uma explicação para o formato das pedras e coisa e tal, mas eu prefiro acreditar na lenda do gigante, que é bem mística, assim como várias lendas da Irlanda!

O passeio é feito com um áudio-guia, narrado por um personagem que vai contando várias histórias e detalhes da região. Achei o toque de humor muitíssimo bem-vindo e acho que nunca gostei tanto de um áudio-guia como esse!

giants causeway irlanda do norte

giants causeway irlanda do norte


Ficamos mais ou menos uma hora por ali. Eu não tive coragem de subir em nenhum degrau mais alto porque estava tudo molhado por causa da chuva e eu tava morrendo de medo de escorregar - enquanto isso, R. riu da minha cara e foi lá no alto posar pra minha foto!

O que me chocou ao subir de volta pro Visitor Centre é que apesar de já praticamente tudo escuro (não tem luz lá em baixo nas pedras), ainda tinha gente descendo. Não sei como permitem visita em horários onde o sol já se pôs há tempos, acredito ser bastante perigoso, mas enfim...

giants causeway irlanda do norte


ps.: Clica aqui e dá uma olhada nas lindas fotos que a Taís tirou. É que as minhas estão tão sem graça com o dia nublado e escuro...
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top