Roma: o sonho

/

Amanhã de manhãzinha eu tô embarcando pra Roma com o R.

E acho que não vou me acostumar com essa de "tô embarcando pro lugar X" porque olha... é emoção e felicidade demais! Primeiro que viajar é sempre bom e esse um dos motivos pelos quais vim aqui pra Irlanda, segundo porque o motivo dessa viagem é ver o show da minha cantora preferida e terceiro porque tudo isso vai acontecer na Itália! Itália, gente!



Eu adoro a Laura Pausini e fui nos dois últimos shows em São Paulo. Quando fiquei sabendo dessa turnê em comemoração aos 20 anos de carreira dela, enlouqueci. E enlouqueci mais ainda quando vi que o show cairia bem num domingo, dia em que eu poderia estar em Roma. Marquei a data que a venda começaria no celular e tentei comprar um bom lugar. Logo que comecei a trabalhar como childminder eu já sabia que teria que pedir a segunda-feira dia 9 off, afinal de contas, como voltar de um show que acaba lá pra meia-noite em Roma pra trabalhar às 9 da manhã em Dublin na segunda?

Deixei pra pedir a folga um mês depois de estar trabalhando e deu tudo certo.

Mas voltando: sabe aquela coisa de realizar seus sonhos, aquela coisa bem clichê mesmo? Pois é: assistir o show da Laura Pausini vai ser um sonho que eu jamais pensei que fosse de fato se concretizar.

R. então se ofereceu pra ir comigo (não pro show, pra Roma) - ele já foi pra lá uma vez, mas gostou tanto que disse que seria um prazer voltar. Fizemos um planejamento de 3 dias, tentando incluir os passeios clássicos (Coliseu, Fórum, etc) e alguns outros que R. não conseguiu fazer quando esteve por lá. Vamos nos hospedar novamente naquele esquema Airbnb em uma boa localização.

Reservamos um dia só pro Vaticano, já que ele não assim tão pertinho. Eu não sou católica nem religiosa, mas pelo valor artístico e pelo peso histórico, não tem como não querer ver a Basílica e a Capela Sistina, né?

Fiz uma promessa a mim mesma e não falarei UMA PALAVRA EM INGLÊS a partir do momento que pisar em solo italiano - a não ser com o R., claro, mas nessa altura do campeonato, nossa comunicação já é uma mistura de inglês, um pouco de português e italiano, já que ele estuda o idioma. É questão de honra praticar meu italiano lá. Um update: ao revisar esse post hoje me bateu um pequeno pânico - o meu italiano basicamente se resume a entender as músicas da Laura, da Giorgia, do Tizziano Ferro, etc e tal, não serve pra pegar táxi, pedir comida num restaurante, perguntar localização pras pessoas na rua. Ou seja... wish me luck! (como fala isso em italiano?! lembrei! in boca al lupo!)
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top