Depois de 9 meses você vê o resultado

/

Eu tinha toda uma piadinha engraçada com a música do saudoso É o Tchan e os meus 9 meses de Irlanda, mas a Jamile falou primeiro. Além disso, uma recente notícia me abalou e quase esqueci que hoje celebrava mais um mês de Irlanda. Mas a vida continua, o blog me ajuda a desabafar, então eu vim escrever, nem que seja só um pouquinho.

Do meu oitavo mês pra cá, poucas coisas mudaram. Continuei na rotina do trabalho e entrei de férias semana passada, o frio se manteve (com a exceção de uma semana de muito calor em pleno dezembro), não visitei mais nada em Dublin. Em compensação, vi o show da nova turnê da Laura Pausini e conheci Roma e acabei de chegar de uma viagem pra Bratislava, na Eslováquia e Viena e Salzburgo, na Áustria - que foi maravilhosa! Comemorei meu primeiro aniversário longe de casa e comecei a contagem regressiva pra minha viagem de Ano Novo com a família.

No entanto, nem tudo foram flores. No último dia 18 recebi a notícia do falecimento de uma pessoa muito próxima, mas que por diversos percalços e desvios da vida, já não era tão mais próxima. Mas ele era meu pai, sempre foi e sempre vai ser. E foi ele que sempre me incentivou a falar inglês, a ler, a escrever (como ele gostava de escrever!). E isso não foi pouca herança não: grande parte do que sou e do que faço deve-se a isso. Foi e está sendo difícil lidar com essa perda tão longe da família, mas me conforta saber que não estou sozinha (R., não preciso nem falar, né?) e que logo minha mãe e irmão estarão aqui comigo.

No meu aniversário minha amiga enviou alguns vídeos com depoimentos de familiares e amigos desejando "parabéns". No depoimento do meu pai, ele diz que eu tava "saindo melhor que a encomenda" e que ele estava muito orgulhoso de mim. Isso me conforta também.

9 meses de Irlanda, muitas alegrias, algumas tristezas, mas a vida continua! Que venham os 10.
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top