A terra do Papai Noel

/

A minha história com a Finlândia é um pouco antiga... na verdade, tudo por causa do meu pai. Não sei como, mas quando ele era mais novo, conheceu uma finlandesa. Na verdade, meu pai contou essa história muitas vezes, mas não me recordo dos detalhes e infelizmente agora não há mais como saber de fato a maneira como esse encontro se deu. O fato é que eles se comunicavam por carta e trocavam muitos cartões-postais.

Lembro de ver dezenas de cartões com paisagens de neve ou renas enviados pela tal da Leila, na misteriosa Finlândia. Na minha cabeça, esse país era cheio de paisagens belíssimas, husks puxando coisas pela neve e claro, onde ficava a casa do bom velhinho. E bem, a vida me surpreendeu e me deu a oportunidade de conhecer esse país pessoalmente - e pude comprovar que sim, a Finlândia dos meus sonhos é de verdade!

Minha amiga Bia está fazendo um mestrado na cidade de Oulu, no norte do país e queríamos muito visitá-la antes dela acabar as aulas e voltar à pátria amada... e já que processamos a Ryanair uns meses atrás e recebemos um lindo cheque deles, foi com esse dinheiro que compramos as passagens com a Norwegian Airlines pra Oulu saindo de Dublin com conexão em Helsinque.

casa papai noel finlandia

casa papai noel finlandia

Infelizmente, por causa do trabalho (meu e o do R.), não ficamos muito tempo por lá, mas foi o suficiente pra dizer que essa foi uma das melhores viagens da minha vida, já que foram muitas primeiras vezes, risadas e lembranças lindas!


Saímos de Dublin numa sexta ao meio-dia e só chegamos em Oulu às 10 da noite - horário local. Tivemos uma espera relativamente longa em Helsinque, mas infelizmente não há muitos vôos pra Oulu, então o jeito foi esperar. A Bia já tinha se encarregado de arrumar um rapaz pra nos buscar - um táxi acabaria saindo bem mais caro. Sendo assim, a quinta maior cidade da Finlândia nos recebeu com um frio delicioso e uma neve fresquinha, pra meu deleite e felicidade.

Acordamos cedo no dia seguinte pois teríamos um dia longuíssimo pela frente: ônibus da casa da Bia pra estação de ônibus às 7 e pouco da manhã, ônibus pra Rovaniemi às 8h30, ônibus do centro de Rovaniemi pra vila do Papai Noel às 12h15, ônibus de volta pra Rovaniemi no fim da tarde, ônibus de volta pra Oulu às 9 da noite e por fim um ônibus noturno pra casa da Bia à 1 da manhã. Parece cansativo? Pois foi. E nem tudo foi exatamente como planejamos...

A verdade é que estando no norte da Finlândia, nós tínhamos que visitar o Papai Noel. Mas o Papai Noel mora longe - são três horas de ônibus saindo de Oulu, que já é no norte da Finlândia, então pensa... é super longe!

Mas tá, nós estávamos empolgados, fazia mais de um ano e meio que não víamos a Bia pessoalmente, então foi muito bom pra colocar o papo todo em dia. Achei que ia dormir na viagem de ida mas não fechamos o bico por toda a viagem...

Ao chegar em Rovaniemi, decidimos comprar uns lanches no McDonald's finlandês pra ir comendo até a vila do Papai Noel, mas o serviço fast food finlandês não é necessariamente fast. No fim das contas, perdemos o ônibus pra vila e decidimos pegar um táxi mesmo.

Só até aí a viagem já teria valido a pena pra mim: tava frio, tava tudo branquinho de neve e tava começaaaando a nevar, nevar, minha gente! Eu sei, pra quem mora em país onde neva no inverno pode até ser nada, mas eu nunca tinha visto nevarrr nevar de verdade. E estando na vila do Papai Noel, na época do Natal... é muito mágico!

casa papai noel finlandia

casa papai noel finlandia

vila papai noel finlandia inverno

vila papai noel finlandia inverno

vila papai noel finlandia inverno


A entrada pro parque é grátis, mas assim... respirou, pagou. Quer andar de trenó? Pague uma fortuna. quer fazer atividades na neve? Deixe seu rim. Quer tirar foto com o bom velhinho? 40 conto. Por conta dos preços, não fizemos nada a não ser andar pelo parque e tirar muitas fotos (já que eu estreava minha câmera nova, cof cof). No entanto, como sabemos que provavelmente nunca voltaremos lá, aceitamos a realidade e pagamos os 40 euros pra tirar foto e ter a lembrança desse dia maravilhoso - não só em foto mas em vídeo também!

Conhecer o Papai Noel foi uma experiência mágica, tanto é que até me emocionei e chorei no final. Quando eu era criança, morria de medo dele, mesmo sabendo que era tudo fantasia. Então ter tido a chance de conhecer o "verdadeiro" Papai Noel, conversar com ele, foi tão legal! Ele fala "bom dia" e "obrigado" na sua língua, bate um papinho e é super simpático. Amamos - e olha minha cara de boba no vídeo, afff.




vila papai noel finlandia inverno

vila papai noel finlandia inverno

vila papai noel finlandia inverno
Cartinhas vindas do mundo inteiro


Já imprimi e pendurei num quadrinho na nossa árvore de Natal 2016? Já!

vila papai noel finlandia inverno


Após passar pelo correio do Papai Noel e olhar as coisas na lojinha, pegamos o ônibus de volta pro centro de Rovaniemi, de onde andamos uns 10 minutos pro Arktikum - o Museu do Ártico! Ainda eram 4 e pouco da tarde e eu já estava absolutamente apaixonada pela Finlândia.
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top