Pela rambla o estandarte das cores

/

Eu tô gostando muito desse negócio de repetir viagem. Porque sim, é muito bom poder conhecer lugares novos, mas ao mesmo tempo, viajar pra um lugar onde você já esteve te faz pensar em tanta coisa... no quanto aquele lugar mudou, mas principalmente no quanto você mudou. Como você era na época em que esteve nesse lugar, como é agora, esse tipo de coisa, sabe?

Então estar em Barcelona de volta me fez pensar sobre muita coisa, os rumos que minha vida tem tomado e como tudo só melhorou desde que estive lá em janeiro de 2015.

barcelona inverno

Além disso, viajar com amigos é muito bom, mas viajar com as pessoas que mais amo no mundo - família e R. - não tem preço mesmo. Foi ótimo me sentir guia turística e estar à vontade numa cidade diferente, sabe?


barcelona inverno


Fomos meio sem planos, escolhendo as coisas que faríamos meio on the fly e vendo o que dava. Claro que essa estratégia furou logo no primeiro dia, mas fomos ajustando. Falhou porque resolvemos ir na Sagrada Família e já não tinha mais ingressos quando chegamos lá. Deu um medinho de não conseguir visitá-la porque era fim de ano e tinha uma placa dizendo que a próxima data disponível era o dia 2 - o meu último dia na cidade com o R. (minha mãe e irmão ainda ficaram uns dias a mais). Masss, como a internet pode ajudar demais numa viagem, na primeira oportunidade consegui conectar meu 3G e comprar os ingressos para o dia 2!



Barcelona continua linda e agradável com uma temperatura deliciosa pra essa época do ano!

Não fiz nada de diferente do que já havia feito quando estive lá dois anos atrás: fomos na Catedral de Barcelona, a (em eterna construção) Sagrada Família, Parc Güell (que compramos pela internet depois do primeiro dia lá após o susto com atrações esgotadas), Bairro Gótico, Rambla, Mercado, etc, etc. A única diferença é que dessa vez andamos tooooda a Rambla até o Porto, mas não cheguei a ir à praia (de novo! vou ter que voltar...)


barcelona inverno

barcelona inverno



barcelona inverno

barcelona inverno


Apesar de estar na Espanha, país teoricamente barato - e de fato, o transporte público é imbatível, bom, barato e extremamente eficiente - achei tudo mais caro dessa vez. As atrações são caras e pra comer bem também há de se pôr a mão no bolso. Em compensação, como alugamos uma casa, fizemos compras e comemos todos os jantares e cafés-da-manhã em casa, então nessa parte deu pra economizar bem.

Por fim, o título desse post é especial, retirado de uma música chamada "Alexia" de uma das minhas bandas preferidas, Skank. Essa música foi feita em homenagem à essa jogadora de futebol (e a gente sabe o quanto o Skank ama futebol, né?). No entanto, a música fala de outros elementos da cidade de Barcelona e eu não conseguia pensar em outra coisa nos quatro dias em que estive na cidade!















Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top