A casa do Father Ted

/

Eu já falei de Father Ted aqui no blog, logo quando cheguei na Irlanda. Na verdade, essa foi uma indicação do R. e eu simplesmente me apaixonei pela série. Com apenas 2, 3 meses de Irlanda eu já tinha vivido o suficiente pra achar as situações e piadas do programa super divertidas e inteligentes. Não à toa o programa é comentado até hoje por pessoas de diferentes idades...

A coisa ainda é mais forte porque o ator principal da série morreu de ataque cardíaco UM DIA DEPOIS de terminarem as gravações da 3ª temporada. Ele tinha 45 anos.

Então rola muito uma nostalgia, uma adoração do país pelo Father Ted e os outros personagens - seja Father Jack e Dougal (meu preferido) ou os aleatórios que surgiam pelos episódios afora. As pessoas vivem citando frases citadas na série, situações, etc. Tipo a gente com o Chaves no Brasil (ou algumas pessoas com Friends).

Enfim. Tudo isso pra dizer que a casa onde a série foi filmada existe de verdade, mas não fica em nenhuma ilha não (na série a parochial house fica em Craggy Island, que é fictícia) - ela fica no condado de Clare, pertinho do The Burren, no meio do nada.


A casa pertence à uma família e eles organizam, no verão, visita e chá no local - e obviamente que por dentro a casa não é igual ao que era na série, já que as internas eram gravadas no Reino Unido, em estúdio com platéia. Você reserva pelo site e paga, no dia, 10 euros.

Como estávamos planejando passear pelo oeste irlandês pelo feriado que teve em junho, agendamos a visita pra coincidir com o horário que estaríamos saindo do The Burren National Park. E de lá foram poucos minutos de carro até chegar na casa. E gente, sabe uma casa no meio do nada? Sem casas vizinhas, sem porra nenhuma por perto!

A galera fica doida querendo tirar foto na frente da casa, mas somente quem paga o tour é que pode. Aliás, a dona da casa me pareceu muito chateada com o número de pessoas que simplesmente abre o portão, entra no jardim e tira suas fotos - se esquecendo de que trata-se de uma propriedade privada! Eles vivem "expulsando" os folgados que fazem esse tipo de coisa, mas nem sempre podem, né? Ela também comentou que às vezes grupos de amigos (tipo em despedidas de solteiro) passam por ali batendo nos vidros da janela gritando pelos personagens da série...

Ao chegar fomos colocados num sofá com uma mesinha próxima - nos serviram um chá da tarde simplesmente ma-ra-vi-lho-so (com separação de sílaba mesmo, porque tava bom demais!). Tudo era orgânico e feito pela dona da casa - os scones (puta que pariu, nunca comi scone tão gostoso!), a geléia, os bolos, tudo era dos deuses!



Tinha uma outra família na mesa ao lado tomando chá também e ficaram curiosos acerca do motivo deu, brasileira, estar lá! hahaha

Depois do chá fomos pro outro cômodo da casa onde a dona contou algumas histórias da equipe de filmagem e dos atores quando eles gravavam ali - as externas e algumas cenas de janelas foram todas feitas na casa. A produção tomou o primeiro andar da casa todo, mas a família continuou morando lá na época.

Eles oferecem alguns props com a cara dos personagens, além de uma xícara de chá gigante (Mrs. Doyle rules!) e o chapéu do Bishop Brennan. Eu e R. reproduzimos a famigerada cena do episódio "Kicking Bishop Brennan in the arse" e foi muito divertido (mas não vou publicar a foto, essa fica só pra nós mesmo!).


Foi um passeio no mínimo inusitado e diferente. E só pelos scones eu faria tudo de novo.
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top