Gerenciamento de pessoas

/

Da próxima vez que eu atualizar o meu currículo, ele certamente ganhará uma nova linha na parte onde descrevo minhas qualidades: excelente gerenciamento de pessoas.

Porque dar aula pra um grupo de 20 adolescentes não é nada perto de sair com duas crianças na rua. Explico: lembra daquele post onde comentei ter trabalhado o dia todo, mais de 10 horas seguidas com os meninos? Foi super estressante e cansativo, mas aquele primeiro texto não descrevia nem metade da minha saga...

Após o almoço, as escrituras na parede e os escândalos pra sair de casa, conseguimos iniciar a jornada de ir até à biblioteca. Foi tranquilo, sossegado. Os meninos leram seus livros e pintaram por mais ou menos 1 hora antes de ficarem entediados. Como a mãe deles já havia me dito que podíamos tomar um café e comer um bolo à tarde (ela é tão fofa que até o dinheiro já tinha deixado), fomos até uma Starbucks que fica ali próxima. E aí amigo, aí é que o bicho pegou.

Você está empurrando um carrinho com uma criança de 3 anos e de olho no outro de 5 anos e meio em seu patinete. Você precisa abrir a porta (pesada) do Starbucks. Você faz um malabarismo e consegue colocar o mais velho pra dentro e empurrar o carrinho sozinha. Yes!

Você fica na fila e as crianças surtam querendo fazer seus pedidos. Você pede pra eles manterem a calma, consegue chegar num acordo do que eles podem comer e beber e faz o pedido. O mais velho não fica parado com seu patinete e o pequeno quer sair do carrinho. Você paga o pedido, guarda a carteira na bolsa (com muito esforço, já que você tem carrinho, bolsa, jaqueta e outras tralhas) e vai procurar um lugar.

Você teme por um breve segundo que só haja lugares disponíveis no andar de cima, mas por sorte do destino você acha uma mesa lá no cantinho. Você segue com o carrinho entre o mínimo espacinho entre as mesas e consegue fazer o mais velho sentar e colocar o patinete no canto. Você vai começar a se preparar pra tirar o mais novo do carrinho quando o mais velho diz "quero fazer xixi".

Mas é claro que ele quer fazer xixi!

Você:

a) deixa tudo na mesa e leva os dois pro banheiro;
b) leva o mais velho sozinho e deixa o pequeno no carrinho;
c) pede ajuda pra alguém olhar o mais novo enquanto você leva o mais velho;
d) chora e manda ele fazer xixi na calça mesmo.



O desespero é grande, mas a situação foi resolvida: expliquei pro mais novo que iríamos ao banheiro, dei o recibo do pedido pra ele ficar segurando (principalmente pra ele se distrair) e levei o mais velho correndo fazer xixi. A operação toda durou menos de 1 minuto, ufa!

Volta com o mais velho pra mesa e vai buscar as bebidas e comidas pedidas, que ficaram lá no balcão esperando você ir buscar. Busca uma parte, leva na mesa, busca outra parte, leva na mesa.

E depois dos pequenos beberem seus smoothies e comerem seus doces e olharem pra mim com aquele sorriso e agradecerem por eu ter os levado lá, tudo vale a pena. Sou mestre em gerenciamento de pessoas! :)
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top