1 é pouco, 2 é bom, 3 é ainda melhor

/

Quem acompanha meu blog desde o início (ou teve coragem de ler os mais de 500 posts), sabe de todo meu sacrifício e sufoco pra chegar na Irlanda. Foram muitas horas de trabalho pra juntar dinheiro, muito sufoco quando perdi o vôo em Istambul em março de 2013 quando vinha pra cá e muita insistência pra conseguir uma casa e emprego na cidade quando aqui já estava.

Fast-forward pra março de 2014 - decidi renovar meu visto de estudante e ficar mais um ano da terra dos leprechauns. Não foi uma decisão difícil - aliás, pra mim foi sempre muito claro, desde o começo.

Corta pra março de 2015 e cá estou eu, de visto recém-renovado pra mais um ano! Novamente, não foi uma decisão difícil - quanto mais tempo eu passo aqui, mas eu me sinto parte daqui. A família e os amigos fazem falta diariamente, mas por isso eu agradeço à tecnologia incrível que temos a nosso dispor: mensagens de texto, de voz, facebook, seja lá o que for, estamos em contato constante.

Eu abraço a Irlanda com os meus braços e todo meu amor: suas paisagens verdes, suas ovelhinhas brancas, suas cidadezinhas do interior, sua costa magnífica, sua sofrida e incrível história, seu povo descolado e sua capital borbulhante. E também abraço a Irlanda seu clima imprevisível, sua culinária simples, suas festas típicas, seu transporte público falho, seus preços exorbitantes e até mesmo sua pizza que de pizza não tem nada!

Esse país é maravilhoso, acolhedor e especial. E além disso, me deu de presente uma pessoa tão maravilhosa, acolhedora e especial quanto ele.

Obrigada, Irlanda. Obrigada, R.

Porque se o primeiro ano foi pouco e o segundo foi bom, o terceiro será ainda melhor.

De março 2014 à março 2015: muitas viagens e lembranças inesquecíveis!

Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top