CPE, aí vou eu!

/

CPE, CPE... como começar falando do CPE?

CPE é sigla para Certificate of Proficiency in English. É o exame de nível mais avançado de Cambridge e é bem difícil. É que, além de você ter que ser bom em inglês (gramática e uso da língua, interpretação de texto, speaking e listening), tem que saber fazer a prova. Sim, é tipo uma coisa meio vestibular: o exame tá cheio de truques e pegadinhas, sabe?

Desde a época em que eu estudava inglês, queria muito ter prestado algum certificado de Cambridge (os mais comuns são o FCE e o CAE - leia mais sobre o assunto aqui) mas por falta de grana, nunca rolou. Quando me tornei professora, estabeleci que me prepararia pra fazer a prova do CPE at some point, mas nunca, nem quando trabalhei na Cultura, me movi de fato pra encarar a bendita da prova.

A verdade é que dá um medinho e uma certa preguicinha também, porque como eu disse no primeiro parágrafo, o exame é difícil e tem que saber fazê-lo.

Aí eu nem tava pensando muito nessa história de CPE quando descobri que não poderia mais fazer o curso técnico em Childcare ao invés do General English para manter meu visto de estudante aqui na Irlanda. A frustração em não poder fazer a transferência de curso foi grande, mas tive um clique: por que não investir o valor desse curso de Childcare no CPE de uma vez por todas?

Genial! Comecei a pesquisar escolas que oferecem o curso preparatório - muitas em Dublin oferecem preparatório pra IELTS, FCE e CAE, mas quase nenhuma pro CPE. Acredito que isso se deve ao fato de ter pouca gente que procura esse exame, sabe? É que se você trabalha numa empresa que exige algum tipo de certificado ou se precisa dele pra ingressar numa universidade internacional ou mestrado, geralmente o nível C1 é aceito (pra entender o que é C1 e níveis dentro do aprendizado de línguas, clique aqui). O CPE é nível C2, o mais avançado mesmo - ele praticamente considera quem passa no exame com fluência de nativo no idioma.



Enfim. Achei uma escola que oferecia o curso aos sábados e liguei pra conseguir mais informações. Marquei um horário pra fazer uma prova de nível (uma vez que eles tem que saber se a pessoa tem o nível adequado pra fazer o curso e prestar o exame) e fui relativamente bem. Fiquei surpresa em ter acertado 70% da prova, mas não me iludi com isso pois a prova estava mais curta do que ela seria na vida real e na vida real a gente fica nervosa, ansiosa, etc. Mesmo assim, foi o que eu precisava pra me dar um empurrão! Fiz a matrícula e comecei as aulas no sábado retrasado.

Como eu ando meio traumatizada com escolas de inglês em Dublin, fui pra primeira sessão esperando encontrar um professor picareta e uma aulinha medíocre. E ainda bem que expectativas baixas são tudo na vida, porque eu simplesmente amei o professor! Simpático, bem articulado, preparou e fez um ótimo delivery da aula. Não senti em nenhum momento que ele tava enrolando ou algo do tipo, pelo contrário.

Primeiro ele explicou sobre o exame, que eu já tô meio careca de saber por ter trabalhado na Cultura, que é um centro autorizado de Cambridge. No entanto, foi importante relembrar algumas coisas, já que desde o ano passado a prova mudou e agora o Reading tá junto com o Use of English.

Depois começamos a aula em si. A escola nos deu o material (incluso no preço do curso, claro), que me pareceu bem completo! É o livro Objective Proficiency da Cambridge. Tive uma montanha de lição-de-casa pra fazer, mas no exato momento em que escrevia esse texto, já tinha feito tudo!

A turma tem mais 6 meninas além de mim: três polonesas, duas espanholas e uma italiana.

As espanholas tem o inglês meio mais ou menos, ou talvez eu não tenha ouvido o suficiente pra saber. A italiana é bem participativa (até demais) mas também não me pareceu assim, uma super falante nível CPE. Agora, as polonesas.... geeeeeeente, que inglês impecável, das três! Uma delas não tem nem sotaque, incrível! Fiquei boba!

Enfim, agora faltam 7 semanas pro curso acabar e 8 pra eu prestar a prova - já paguei a inscrição do exame e agora não tem mais volta!

Wish me luck!
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top