As aventuras de Babs no mundo dos cupcakes

/

Não, esse blog não vai virar um blog de receita. Nem que eu quisesse viraria, porque tô longe de ser referência na cozinha, masssss vou juntar o útil ao agradável e além de contar da minha pequena experiência, falar de uma loja incrível aqui em Dublin pra quem curte confeitar e assar bolos, etc.

Na adolescência, eu adorava fazer bolo. Minha mãe tinha uma batedeira e por isso era bem fácil fazer: eu fazia bolo de chocolate, banana, castanha com frutas, fubá com queijo, cenoura, etc, etc. Assim que comecei a trabalhar, aos 17, minha rotina virou um caos: era escola, cursinho, trabalho, cursos, treinamentos... não sobrava mais tempo pra assar bolos. E assim foi por anos, tipo... até agora. Nas férias eu fazia uma ou outra coisa, e só. Aqui na Irlanda também foram poucas vezes, mas aqui o que me desmotiva é que não tenho batedeira! E sim, acho que batedeira faz uma puta falta.

Aí nessa ondinha de cupcakes, achei que seria interessante tentar porque na minha cabeça, seria menos massa pra bater na mão. De fato, foi mais fácil. Fiz cupcakes de chocolate com cobertura de bolo normal algumas vezes, mas há algumas semanas, resolvi que queria fazer um negócio "da hora" pro R. (que é tão formiga quanto eu, ou como eles dizem aqui: temos sweet tooth).


Pesquisei e achei uma receita de cupcake de oreo. Hmmmm, oreo é bom demais. Comprei o que eu não tinha (icing sugar, que é açúcar de confeiteiro; forminhas de papel; manteiga sem sal e caster sugar, que também traduz como açúcar de confeiteiro mas é diferente!) e coloquei as mãos na massa. P.s: aqui também perguntaram a diferença entre esses açúcares - pelo jeito não foi só eu que fiquei meio perdida.

O icing sugar parece uma farinha (à direita); o caster parece o açúcar granulado, comum

A massa acabou rendendo bastante e fiz umas 3 fornadas, já que a minha fôrma só tem lugar pra 6 cupcakes de cada vez. A cobertura também foi fácil de fazer, mas como eu não tinha aqueles bicos de confeitar, não ficou aquela cobertura maravilhosa, mas juro, o gosto tava sensacional!



Aí o R. passou uns dias fora e resolvi agradá-lo na volta - fiz cupcakes de blueberry. Como eu tinha uns marshmallows em casa (sim, eu tinha marshmallows no armário), fiz uma cobertura com eles. Dessa vez, me preparei mais ainda e me muni de todos os instrumentos pra fazer um cupcake decente.

Até achei na Argos um kit que vendia vááários bicos de confeiteiro (nozzles ou icing tips em inglês) mas tava muito caro e eu não precisava de vários, precisava de um, dois. Até que achei uma loja muito foda chamada Kitchen Complements que vendia os bicos individualmente. Ela fica numa travessinha da Grafton e é um paraíso até pra quem não gosta de cozinhar! (eles entregam em casa, mas sério, vale a pena visitar a loja)



Primeiramente, tem tudo que é tipo de panela, forma, facas, espátulas, etc. Depois, vários tipos de cookie cutter (fôrmas pra cortar cookies em formatos diferentes). Tinha também forminhas de todo tipo de cor e tamanho, além de dezenas de tipos de bicos de confeiteiro, corantes artificiais, enfeites comestíveis e acessórios pra assar bolos e cupcakes, tipo aquele furador pra colocar recheio no meio dele.

O resultado do meu blueberry cupcake não foi o que eu queria (lindo com uma cobertura firme e maravilhosa), mas tava gostoso, e no fim das contas, é isso que importa, né?
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top