Grand finale das férias de janeiro

/

Eu já conhecia Cascavel, no Paraná. Mais ou menos, porque quando fui pra lá, passei menos de 48h na cidade. Fui pra formatura da minha amiga Carol.


Formatura da Carol em Fevereiro de 2012

Neste ano consegui ficar 3 dias inteiros por lá. Além de comemorar o aniversário da minha amiga, fui "conhecer" o baby que está chegando e me despedir antes de ir pra Dublin. Sendo assim, peguei um ônibus no Tietê na quinta à noite, cheguei lá sexta de manhã e saí no domingo à noite pra chegar meio-dia da segunda-feira.

No primeiro dia, a Carol e o marido me levaram pra um café chamado Café du Coin. Um ambiente muito gostoso, com uma torta de limão generosa e deliciosa, além de cafés, frapês, etc etc. Vale a pena também pela música ambiente!

Mais tarde, acompanhei a Carol pro trabalho dela e à noite comemos pizza e assistimos Discovery Home & Health (adooooro).

Sexta-feira foi um dia bem ocupado. Saímos de manhã pra conhecer Foz do Iguaçu, mais precisamente, as cataratas. De Cascavel pra Foz são uns 130km. A estrada está em ampliação em vários trechos, pista única em outros, há dois pedágios bem carinhos, mas chegamos bem. Parada pra almoçar no shopping de Foz (com direito a ver vários, vários carrões com placa do Paraguai) e seguimos pro parque das cataratas.



Ao chegar lá, você apresenta o RG pra comprar o ticket. Brasileiro "paga menos", mas deu quase 40 reais (contando o transporte), então achei meio caro, mas valeu cada minuto. Há um ônibus que leva as pessoas até a trilha - que eu pensava ser uma trilha no meio do mato, mas não. Embora seja no meio do mato, ela é toda cimentada e organizada, tudo seguro! Pelo caminho já dá pra escutar a água e ver muitos bichos, como o teiú e o quati.


Fofinhos, mas perigosos

Perigoso e nada fofinho

Alguns minutos depois, o primeiro mirante das cataratas: e é realmente de tirar o fôlego. O tempo todo eu pensava: "como é que a natureza fez uma coisa dessas? como?". Caminhando mais um pouco você fica de cara com as cataratas, aquela barulheira da água e aquele monte de gente tirando foto e andando feito barata tonta, sem saber pra onde olhar. Tem muita gente mas dá pra ver tudo direitinho.

Há uma passarela que te deixa na cara do gol. Dá pra se molhar bem, mas é uma delícia sentir aquela água no corpo depois de ter suado naquele calorão de Foz. É muita água, é muito forte, é lindo de verdade.




Voltamos pra "casa" cansados, porém felizes. Não deu pra fazer minha estréia internacional no Paraguai, mas tudo bem!

Mais tarde teve o aniversário da Carol com bolo gostoso, salgadinhos, fanta uva, imagem & ação e barzinho com bandas cover de Legião e Engenheiros do Havaí. Cara, foi um dia pra nunca esquecer! Quem me conhece sabe que gosto dessas bandas desde criança, principalmente de Legião Urbana. Ver a galera no pub cantando e vibrando com as músicas, ver aquele cara tão parecido com o Renato no palco foi indescritível. Muito bom!


Além de ser parecido, ele cantava muito bem!

No dia seguinte teve mais jogos, mas dessa vez, um tal de Quest. Nunca tinha jogado, mas adorei esse negócio de perguntas e respostas. Mais tarde, Carol e Dayk me levaram pra Panificadora Cancelli, várias coisinhas gostosas e preços justos. De sobremesa, sorvete, claro!

Foram 3 dias especiais, um grand finale pras minhas férias de Janeiro. Carol e Dayk, muito obrigada por terem me recebido tão bem na casa de vocês. Adorei tudo e vou guardar cada momento no meu coração!



Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top