Mini-férias em Fortaleza (CE)

/

Fortaleza não me recebeu com muito calor; teve muita brisa. A cidade é plana, e me pareceu ser fácil circular entre as ruas. Mas por que fui pra lá mesmo?

No dia 3/01 /13 fui pra Fortaleza visitar um amigo de longa data, o Ney.


Comprei a passagem com bastante antecedência (uns 8 meses), paguei em torno de 300 reais pela TAM. O preço valeu a pena, pois na alta temporada essas passagens podem chegar em torno de 900 reais.
Só que, por esse preço, nem tudo seriam flores- o vôo sairia do aeroporto de Viracopos, em Campinas e faria uma conexão em Brasília - o que acabou sendo uma pequena vantagem, já que na volta precisaria esperar 5h pelo vôo na capital do país e poderia ver meu amigo Thiago Eduardo que mora lá.


A princípio, o que parecia uma furada  foi até bom (na ida): peguei um ônibus no terminal Tietê que vai direto pro aeroporto de Campinas. Levei 1h10 pra chegar lá, super tranquilo. Se tivesse que ir pra Guarulhos, teria um trabalho pra chegar lá e acho que levaria até mais tempo. O único problema dessa transação toda foi a volta, já que eu desembarcaria às 23:30 em Campinas. Mas minha amiga Letícia foi me salvar!




Vim com medo de passar muito calor, mas dei sorte pois todos os dias foram levemente nublados e consequentemente não teve tanto sol nem mormaço.

No 1° dia, após o Ney me buscar no aeroporto, já estava um pouco tarde e ele me mostrou um pouco da cidade de carro e comemos um peixe com queijo e banana muito gostoso.


No dia seguinte, o plano era visitar o Mercado Central e alguns pontos da cidade. Chegamos no Mercado por volta das 9:30 da manhã e já estava bem cheio. Já tendo visitado uma grande feira de artesanato, que é a Feira de Caruaru (PE), não me surpreendi tanto com os produtos, embora seja sempre interessante ver a variedade de coisas que você pode encontrar: roupas, moda praia, frutas típicas, castanhas, enfeites, bolsas, calçados, bebidas, etc etc.



mercado central em fortaleza (CE)




Estou controlada e comprei quase nada! Que orgulho!

Depois do almoço fomos descansar pra recuperar as energias.

No fim da tarde, o Ney me levou pra Avenida Beira Mar, que como o próprio nome já diz, fica na beira do mar, na Praia de Iracema (agora não sei se ela se estende por outras praias também). Pude provar uma tapioca redondinha e achatada (bem mais prática pra comer) e caminhar pela avenida, admirando o mar. 





avenida beira mar, fortaleza (CE)

praia de iracema - fortaleza (CE)

Engraçado é notar a quantidade de pessoas caminhando, correndo, andando de bike e patins (!) por ali. Depois de andar pela Ponte dos Ingleses (que avança alguns metros acima do mar), fizemos o caminho de volta até uma outra feira de artesanato que acontece por ali todas as tardes/noites.

Mas o melhor do Ceará ainda estava por vir...
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top