Mestrado na Irlanda (fim da segunda parte!)

/

No comecinho do ano eu fiz um post contando um pouco de como foi a primeira parte do meu curso na UCD: os trabalhos, apresentações e notas. No geral eu fiquei bastante satisfeita com o conteúdo aprendido e com o que consegui absorver.

Bem, estamos em maio e as aulas acabaram no fim do mês passado. Eu estava esperando minhas notas saírem para que eu pudesse fazer um post contando sobre essa segunda parte, e já que elas saíram, vamos lá?

O segundo semestre do curso teve início em janeiro e foram, de novo, quatro disciplinas (três teóricas e uma prática). Se na primeira parte do curso estudamos Methodology, Discourse, Language Learning and Materials e Describing and Researching English, dessa vez tivemos os módulos de Researching TESOL, Assessment for Language Learning e Teachers in a Global Context, além da disciplina eletiva, que no meu caso (e de todo mundo da sala), foi Teaching Practice.

As professoras haviam dito que o volume de trabalho seria menor, mas acho que no fim das contas, tivemos tanta coisa pra fazer quanto antes. Foram apenas três apresentações (uma em dupla e duas individuais) e quatro trabalhos escritos, sendo que um deles valeu 100% da nota.

Um dos trabalhos que tivemos envolveu entrevistar duas pessoas que trabalhassem numa escola aqui em Dublin e investigar a estrutura organizacional da empresa, entre outras coisas. Foi um trabalho muito interessante de se fazer, um que certamente me inspirou demais. Um outro foi sobre criar um teste, aplicar o teste e dissertar sobre os resultados, positivos e negativos, que o mesmo teve sobre os alunos. Deu um trabalhão porque eram 4 mil palavras pra serem escritas, fora o lance de ter que criar um teste do zero. No fim, valeu a pena, porque aprendi alguns conceitos que não era familiarizada formalmente, mesmo sendo professora há tanto tempo.


Na disciplina prática tivemos que observar uma aula numa escola e também fomos observados pela professora. Eu consegui observar uma aula na mesma escola onde fiz o curso preparatório para o CPE em 2014 e foi super legal. Já no quesito ser observada, dei uma aula na escola Citas, onde um colega da nossa turma trabalha e conseguiu que alguns de nós déssemos 50 minutos de aula para a observação. Foi uma experiência esquisita, porque eu estava mais nervosa por causa dos alunos do que pelo fato de que eu estaria sendo observada pela professora, sabe? Eu não conhecia os alunos, então sempre dá um medinho - além do fato de que alguns deles eram brasileiros, então sempre rola aquela tensão, porque seu bem sei como alunos brasileiros reagem (à primeira vista) à professores brasileiros aqui. Felizmente tudo correu super bem e tive um excelente feedback da professora!



O último trabalho foi entregar uma research proposal para a tese de mestrado. Sim, mesmo eu estando matriculada no graduate diploma (mesmo nível de curso no framework irlandês, com a diferença que eu não escreveria uma tese, já que valor para o curso completo é simplesmente proibitivo demais), tive que fazer essa disciplina e pensar num tema de pesquisa e tudo mais. No fim das contas, não foi à toa, já que eu tenho uma novidade a respeito desse assunto - mas eu conto essa depois!

As minhas notas finais não foram super hiper mega excelentes, já que eu acho que minhas apresentações não foram tão boas quanto meus trabalhos escritos. As notas dos trabalhos escritos, que valiam 60% da nota, ficaram assim:

Researching TESOL: B-
Teachers in a Global Context: A-
Assessment: B+
Teaching Practice: B+


Como as notas são compostas pelos dois elementos, infelizmente não fiquei com nenhuma média A, mas tudo bem. Acho que sou muito dura comigo mesma - sair com vários A de média num curso desse nível não é moleza mesmo. De forma geral, no entanto, estou satisfeita com minhas notas.

E agora? Agora só falta mais uma parte....


Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top