Lillehammer, uma visita que vale a pena

/

A ideia de visitar Lillehammer veio por dois motivos: eu sabia que não estaria frio o suficiente para ver neve na capital norueguesa, Oslo. O segundo motivo? Bem, eu adoro o seriado Lillyhammer (tem na Netflix!) e juntei o útil ao agradável.

Pegamos um trem bem cedo na estação cetral de Oslo e em duas horas desembarcamos na pequena estação da cidade. Lillehammer é uma cidade com pouco mais de 26 mil habitantes, o que é grande para padrões noruegueses. Para mim, paulistana born and bred, parecia uma cidadezinha pacata de interior, uma delícia!

Marcela e seu marido foram nos buscar de carro, o que acabou sendo muito bom porque apesar de dar pra se locomover pela cidade sem carro, ir mais longe é impossível, ainda mais num domingo. Eles foram extremamente gentis e solícitos e não posso agradecê-los o suficiente pela recepção na cidade!

Paramos no centro para andar pela rua principal e tirar algumas fotos:


lillehammer na noruega no inverno




lillehammer na noruega no inverno


Após o reconhecimento inicial do local, seguimos para o museu Maihaugen. Ele é um dos maiores museus à céu aberto da Europa e tem aproximadamente 200 prédios diferentes!

O fundador desse museu gostava de colecionar casas no vale de Gudbrandsdalen como forma de preservar a cultura e história norueguesa. Sua coleção cresceu e lhe ofereceram um espaço maior (onde hoje fica o museu). O Maihaugen conta a história de como as pessoas vivem na Noruega desde a Idade Média através de igrejas, escolas, correios, estações de trem, lojas, etc. Todo esse tipo de prédio está ali representado e a maioria não foi construída ali, do zero: eles transportaram as casas e construções até o local e os remontaram. Legal, né?

maihaugen em lillehammer no inverno

maihaugen em lillehammer no inverno

maihaugen em lillehammer no inverno


Passeamos um tempão por ali, andamos num lago congelado (que medo!), demos uma voltinha na loja do museu... foi uma ótima manhã na companhia de pessoas muito bacanas!

andar no lago congelado no inverno na noruega

maihaugen em lillehammer no inverno


Apesar do parque/museu ser maravilhoso e um prato cheio para horas e horas de aventuras, estávamos numa corrida contra o tempo, já que em poucas horas o sol iria se pôr. Entramos no carro e fomos mais pra cima, no alto das montanhas, só pra encontrar uma Lillehammer ainda mais linda. Ahhhh, Noruega!

lillehammer na noruega no inverno

lillehammer na noruega no inverno


lillehammer na noruega no inverno


Já com fome, paramos numa lanchonete para um hambúrguer e um milkshake simplesmente maravilhosos. Perdemos a noção do tempo conversando por horas e quando nos demos conta, já estava escuro lá fora. E já que estava escuro e frio, R. sugeriu que fôssemos pra outro lugar pra continuar a conversa - será que tinha algum pub irlandês nessa cidade na Noruega?

Mas é claro que sim!

Ficamos mais um tempo no pub conversando e logo já era hora de pegarmos o trem de volta pra Oslo. Nos despedimos de Marcela e seu marido e fomos à pé até a estação.


lillehammer na noruega no inverno

Lillehammer fez a Noruega valer ainda mais a pena - até o R. que não gosta de frio amou nossa viagem pra lá! No entanto, como não pegamos frio e neve de verdade, eu já disse pra ele que essa viagem não valeu - vamos ter que voltar pra outro país de frio em janeiro ou fevereiro do ano que vem! hahaha

ps.: Quando estávamos descendo das montanhas de carro, a rádio norueguesa tocava músicas pop - e qual foi a minha surpresa quando essa canção começou a tocar? Essa mesmo. Não era a versão da J Lo nem nada, era essa mesmíssima canção, que eu dançava quando tinha 5 anos de idade. Noruea, que surpresa!
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top