Halloween 2015: a verdadeira experiência

/

No ano passado tanto eu como o R. ficamos com muita preguiça de sair no Halloween e fizemos uma promessa: que no ano seguinte nos fantasiaríamos e saírimos pra rua pra celebrar. Um ano depois, cá estou pra contar do meu terceiro Halloween na Irlanda!

O Halloween é uma loucura por aqui e as pessoas levam tudo bem a sério: decoração das casas, fantasias, doces, etc. É um dia que todo mundo comemora: quem é solteiro, quem é casado, quem tem filhos, quem não tem... acho que acaba sendo uma data bem democrática e ao contrário do Saint Patrick's Day, que deixa Dublin simplesmente impossível de ser curtida, o Halloween é badalado mas tem espaço pra todo mundo andar por aí.

Eu não queria gastar com fantasia porque ando totalmente sem grana e por isso queria fazer alguma maquiagem pra marcar a data. O R. foi de caveira e eu resolvi seguir uns tutoriais no youtube e fiz uma make de caveira mexicana! A única coisa que precisei comprar foram as flores no cabelo (coisa de 5 euros no Claire's, ou seja: Halloween baratinho, a gente vê por aqui).

maquiagem caveira mexicana

Esse ano, além de termos ido novamente ao Temple Bar, como fizemos em 2013, pude curtir a experiência do Halloween de um outro jeito também: é que agora moramos numa região super legal e residencial e no sábado de Halloween R. me convenceu a comprarmos uns doces para os trick-or-treaters. Na volta do centro pra cá já vimos alguns grupos de crianças fantasiadas pela vizinhança e de fato algumas delas deram as caras por aqui. E gente, quanta fofura! Elas são muito fofas com suas sacolas abertas esperando ansiosamente que a gente as encha de doces na sequência do "trick or treeeeeaaat". Simplesmente uma graça!

Depois de vivenciar essa explosão de fofura, terminamos de nos arrumar e pegamos um ônibus pro centro. A cidade tava uma loucura, com muita gente fantasiada e se divertindo. Tinha gente de policial, de bombeiro, de monstro, de demônio, de cheerleader, de tudo que você imaginar. A galera faz um belo de um esforço mesmo, já que você vê super fantasias e maquiagens elaboradíssimas - inclusive uma moça que tava com o corpo e a cara pintados de vermelho, dois chifres enormes e fitas pretas servindo de sutiã e calcinha, sério! A sorte das pessoas que optam por uma fantasia mais ~aberta~ é que esse ano as temperaturas estavam muito tranquilas!


halloween na irlanda



Entramos no Temple Bar (o pub mesmo) e até lugar conseguimos, igual a 2013. O bom desse pub é que apesar dele estar sempre cheio, a rotatividade é muito grande e você acaba conseguindo lugar. Dessa vez sentamos próximos à janela, praticamente vendo a galera na rua de camarote!


halloween na irlanda


Foi super divertido e eu adorei ter comemorado esse ano - o bom de não sair pro Halloween todo ano é que dá saudade e vontade de se fantasiar no ano seguinte, sabe? Acho que faremos desse jeito daqui pra frente, hahaha.


Zumbis e fantasias aleatórias

Fila da balada quando já íamos embora / Até as redes de fast-food entram no clima!
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top