Visitas e re-visitas

/

No fim de semana que a Carol e o Rudy vieram pra cá para vermos o show do Ed Sheeran juntos, aproveitamos para também passear por Cork. A verdade é que tem muitas cidadezinhas lindas e lugares impressionantes nesse condado, mas tudo bem longe de Cork city e pro lado oeste do país. Isso significa que qualquer passeio mais pra lá do mapa deixa a gente mais longe ainda de Dublin pra voltar, e como o R. ainda dirige sozinho (não posso pegar estrada com a habilitação de learner), não acho justo.

Então decidimos que levaríamos nossos amigos para conhecer dois dos nossos lugares preferidos na região: Nohoval Cove e Kinsale. Eu já falei sobre esses dois lugares aqui no blog, e se você quiser voltar no tempo e reler sobre minhas impressões ao conhecer esses lugares alguns anos atrás, clique nos links, fique à vontade!

Nohoval é meio que um lugarzinho secreto que pouca gente conhece - eu fui pela primeira vez há mais ou menos cinco anos e o caminho até a praia continua o mesmo: as placas todas caídas, apontando pro lugar errado. Felizmente, o R. ainda lembrava o caminho. O dia estava um pouco nublado e a maré alta, infelizmente. Mas mesmo assim, a Carol e o Rudy ficaram bobos com a vista, e só por isso voltar lá valeu muito a pena!

nohoval, cork


nohoval, cork


Eu sempre fico toda toda quando levo amigos e familiares para lugares que gosto na Irlanda e eles curtem também, dá um orgulho enorme chamar esse país de casa!

Ficamos um tempinho por lá, fizemos várias fotos, dancei "Vai Malandra" com a Carol e até se molhar na correnteza o R. se molhou, tadinho - ainda bem que foi so o pé e ele tinha roupa e sapato extra no porta-mala do carro!










De lá, seguimos para Kinsale, que dá menos de 20 minutos de carro. O clima ainda não tava colaborando, mas pelo menos não choveu, o que é sempre um plus se tratando de Irlanda. Demos umas voltas pelas ruas charmosas da cidade e almoçamos num restaurante indicado pelo pai do R. chamado Fishy Fishy. O restaurante em si não é super chique não, mas caramba, que comida deliciosa. Os pratos não são baratos - um fish & chips sai por 19 euros, por exemplo, mas há pratos mais baratos (comi um macarrão com salmão delicioso que foi uns 12, se não me engano) e super recomendo esse lugar com certeza! De sobremesa paramos numa sorveteria da esquina chamada Sundays que tem uma decoração super 50's, uma gracinha - e o sorvete é delicioso!

kinsale, cork, irlanda

kinsale, cork, irlanda



Nesse dia voltamos pra Dublin no fim da tarde porque queríamos dar uma descansada, bater um papo sentados no sofá e tudo mais. Guardamos um pouco das energias para ir encontrar mais amigos queridos no dia seguinte, dessa vez a Jamile, Pablo e sua filha Gabi lá no castelo de Malahide.

Esse foi um dos primeiros lugares que visitei na Irlanda em 2013 e cheguei a voltar no mesmo ano quando participei do programa Brasileiros pelo Mundo, mas desde então, nunca mais dei as caras por lá. E que delícia estar em Malahide num dia maravilhoso de sol e céu azul, brincar com Gabi, tirar fotos, rir e conversar com amigos tão queridos... foi um dia muito especial pra mim. Tenho poucos amigos em Dublin, e os mesmos são de lugares diferentes, então não tenho tipo um "grupo" de amigas em comum aqui, sabe? Então esse tipo de ocasião, quando consigo juntar núcleos de amigas diferentes, é sempre maravilhoso!

É sempre muito bom poder voltar pra esses lugares lindos dessa ilha, mas ainda mais incrível é poder apresentá-los a pessoas queridas e passar tempo de qualidade com quem faz parte da minha vida desse lado do oceano. Um fim de semana totalmente maravilhoso!

malahide





Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top