Tá chovendo emprego!

/

Eu ainda não tinha comentado aqui no blog, mas acredita que eu consegui mais um emprego como professora?

De verdade, eu realmente achava que seria muito mais difícil. Tipo, quando voltei do Brasil já estava preparada pra ficar o resto do ano desempregada, triste e desanimada com o cenário de ELT na Irlanda. Mas o fato é que acho que estou no caminho certo - munida de um bom currículo e um pouco de sorte, consegui algumas entrevistas que geraram empregos (ainda que não permanentes) e uma que acabou dando no meu emprego atual.

Mas enfim, na época em que estava mandando currículos loucamente acabei enviando um pra escola onde fiz o curso preparatório de CPE. Por uma coincidência agora moro muito perto de lá e achei que de repente pudesse ser interessante pra eles me ter como professora, mesmo que só pra cobrir professores de férias ou que faltam, já que em 7 minutos de bike chego lá.

Vista do segundo andar da escola....


Fui conversar com a dona da escola e a entrevista foi bem informal, tranquila. Ela me mostrou onde ficam os materiais, os livros, como funcionam as aulas e foi super honesta e transparente: disse que já estava com o quadro de professores cheio, mas que se eu tivesse interesse, poderia fazer algumas horas ocasionais pra eles. Eu disse que tava interessada, especialmente depois que ela me falou o salário - que é surpreendentemente muito acima da média das escolas aqui em Dublin. E olha que essa é uma escola pequena, fora dos holofotes.

Algumas semanas se passaram e não ouvi mais falar deles, achei até que tinham esquecido. Foi quando A., a dona da escola, me mandou mensagem perguntando se eu não poderia cobrir duas professoras naquela semana - um total de 6 horas de aula. Como as aulas deles são vespertinas, seria perfeito pois não afetaria o meu horário de trabalho normal.

E lá vai a Bárbara substituir...

E foi super, super legal. As turmas são pequenas, as salas de aula confortáveis, enfim, adorei a experiência. E já substituí mais 6h semana passada e fui chamada pra mais horas essa semana.

O foco dessa escola não é o programa de curso de inglês de 6 meses que concede o visto, então quase não há alunos latino-americanos (pouquíssimos). Por outro lado, por conta da dona ser polonesa a grande maioria dos alunos é da Polônia também, com vários outros da Lituânia, Romênia, Espanha, etc.

Essa chance que estou tendo de ter contato com alunos de outros países é sem dúvida muito incrível, estou amando, fascinada com as possibilidades - e aprendendo muito também.

Aos poucos as coisas estão encaixando... e um dinheirinho extra aparecendo every now and again.
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top