Croácia #3 - Dubrovnik

/

Ir pra Croácia e não conhecer Dubrovnik seria como ir à Londres e não ver o Big Ben. Pelo menos isso era o que pensávamos, mas será que é 100% verdade?

O fato é que eu já vou começar esse post dizendo que sim, nós gostamos da cidade mais visitada da Croácia, mas Dubrovnik é mega, ultra, superestimada e cara. Nós não esperávamos isso já que a acomodação ficou num preço super ok, mas foi só adentrar os portões da old town pra perceber que se você não toma cuidado, gasta rios de dinheiro naquela cidade.

Claro, a old town é realmente impactante: as construções são lindas, aquele chão de mármore é maravilhoso a ponto de parecer que alguém o pole cuidadosamente todos os dias e a vista da muralha é digna de cartão-postal, mas acho que se não tivéssemos conhecido Split dois dias antes, teríamos tido uma surpresa maior. Eu andei perguntando à algumas pessoas que conheceram tanto Split como Dubrovnik e foram categóricos ao dizer que preferiram Split, assim como nós.

dubrovinik croacia primavera


dubrovinik croacia primavera


Preferências à parte, não tem como negar que Dubrovnik é uma cidade super interessante e fotogênica, principalmente ali na região da cidade antiga, que é onde o turista vai passar a maior parte do tempo mesmo. Não há muitas atrações nem coisas específicas para se visitar - reviramos e lemos o guia de cabo a rabo e acabamos escolhendo apenas três coisas:

1) War Photo Limited - Museu que abriga exposições com fotos sobre as guerras que ocorreram na região nos anos 90


Ué, mas você foi pra um lugar lindo desse pra ler sobre Guerra? Sim. Acho que viajar pra outros lugares é uma ótima oportunidade de aumentar nosso repertório histórico e cultural. E uma das coisas que tanto eu como o R. queríamos muito era aprender mais sobre o fim da Iugoslávia, conflitos entre Bósnia, Croácia, Sérvia e Kosovo, etc., então esse museu foi uma ótima pedida.

A entrada custou 50 kunas (um pouco mais de 6 euros) e o museu tem dois andares: na sala de baixo havia uma exposição sobre um fotojornalista que tirou fotos na Palestina e no andar de cima havia fotos de vários jornalistas diferentes sobre a guerra da Iugoslávia.

museu guerra croacia




Ambas exposições foram bem chocantes, principalmente a primeira da Palestina. Havia não só fotos de lugares destruídos, mas também de gente sofrendo, gente morrendo, então pra quem tem estômago fraco, talvez não seja uma boa ideia. Mas ao mesmo tempo, acho importante a gente ser exposto à esse tipo de tragédia pra que possamos refletir sobre os efeitos e consequências de qualquer guerra.

Sobre a guerra na região dos Balcãs nos anos 90... é tudo muito complexo pra explicar num post de um blog  como o meu, já que não me proponho a ser especialista de nada. Mas foi importante ver aquelas fotos e saber mais sobre o que aconteceu por ali. Há um livro que é distribuído no começo da exposição pra que as pessoas possam ler mais informações sobre cada foto e logo no começo o War Photo Limited faz um disclaimer de que eles estão apenas apresentando fatos, sem defender um ou outro lado.

No entanto, deu pra ver que eles acabam pesando um pouco pro lado da Sérvia. E de fato, no pouco que eu li a respeito, parece que Sérvia foi um pouco a vilã da história, promovendo massacres, estupros de mulheres Bósnias alegando que elas gerariam legítimos herdeiros sérvios, matança de pessoas de etnias diferentes... mas, a gente sabe que uma guerra é muito mais do que os good guys contra os bad guys. E justamente por isso é importante que esse tipo de museu/exposição exista.


2) Andar sem rumo pela old town e porto de Dubrovnik


A melhor coisa da old town de Dubrovnik é que se está fazendo muito sol e calor, é só andar para as vielas que cruzam e cortam as ruas principais pra buscar um pouco de abrigo. Como os corredores são muito estreitos e os muros altos, não bate sol por ali e é muito bom se refrescar na sombrinha. Além disso, são justamente nessas ruelas e vielas que se encontram os restaurantes mais legais, lojas mais fofas, etc.

dubrovinik croacia primavera

dubrovinik croacia primavera


Andar pelas ruas principais também é uma delícia porque ali tem todo aquele burburinho dos turistas tirando foto, tomando sorvete (perdi as contas de quantos tomei!), se divertindo e curtindo a cidade. É um clima muito gostoso. Sentamos num cantinho no sol e ficamos um tempão por lá observando a vida passar!

O porto também é bem legal e de lá saem alguns barcos para fazer passeios como para a ilha de Lokrum, que até cogitamos fazer, mas como só tínhamos um dia em Dubrovnik, deixamos pra próxima.

dubrovinik croacia primavera


dubrovinik croacia primavera

dubrovinik croacia primavera




Numa dessas andanças (e seguindo uma dica do meu Lonely Planet), fomos jantar num restaurante de comida Bósnia e tava tudo absolutamente delicioso. Não tirei foto, não anotei o nome das comidas, mas só sei o nome do restaurante: Taj Mahal. Anote esse nome, porque é excelente mesmo!

3) Muralhas da cidade


As muralhas da cidade são a grande atração de Dubrovnik e depois de visitá-las consigo entender o porquê. As vistas do Adriático, das ilhas e da cidade são lindíssimas - ainda mais num dia de sol, mas também porque é uma sensação muito legar poder andar numa muralha de verdade.

O preço não é muito amigável - 20 euros cada. Aliás, nenhum preço nessa cidade é amigável, mas já que estávamos na chuva, era pra se molhar mesmo. E valeu a pena, claro, mas sempre tomando cuidado de andarmos devagar e bebendo muita água pra nos mantermos hidratados.

As muralhas de Dubrovnik tem mais de 2 quilômetros de extensão e são bem tranquilas e seguras. Além disso, quem é fã de Game of Thrones facilmente reconhece lugares onde gravaram cenas da série. Sem contar que lá de cima dá pra ter uma dimensão do quão destruída a cidade ficou após os bombardeios de 91 durante a guerra da Iugoslávia. Aliás, tal ato foi altamente condenado internacionalmente - afinal de contas, quem bombardeia um lugar considerado patrimônio histórico? Mas tudo bem, porque tudo foi reconstruído e por isso você vê telhadinhos tão novos lá de cima da muralha.


muralhas dubrovnik

muralhas dubrovnik

muralhas dubrovnik

muralhas dubrovnik

Casal fazendo fotos de casamento nas muralhas de Dubrovnik... quem pode, pode!


No fim das contas, nós curtimos a cidade, mas após passar algumas horas por lá, ficamos até um pouco entediados... então acho que um dia só é mais do que suficiente pra conhecer o local e tirar muitas fotos, aproveitar, comer, etc.

A Croácia no geral nos surpreendeu muito positivamente e sei que ainda há muito mais pra se visitar por ali, como as ilhas que ficam pertinho da costa, então quem sabe no futuro não voltamos pra lá?
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top