Preferidos de 2015 - séries

/

2015 não foi um ano de séries pra mim. Apesar deu já ter me considerado uma série-maníaca no passado, não dá pra dizer o mesmo agora. Por motivos de vida real, não deu pra assistir taaanta coisa esse ano.

Foram 14 séries: algumas na sua reta final (que só assisti pra ter o sentimento de conclusão mesmo), outras novas e mais algumas que já acompanho há um tempo.


Glee e The Big Bang Theory só estão nessa lista porque eu gosto de sofrer - e Modern Family vai pro mesmo caminho. House of Cards, True Detective e minha queridinha Orphan Black não fizeram suas melhores temporadas, mas continuo gostando bastante.

Pra mim, as melhores séries esse ano foram:

- Unbreakable Kimmy Schmidt

Eu comecei essa série por recomendação de um amigo e me apaixonei. Primeiro que a abertura é viciante (uma sátira dessas músicas de auto-tune). Segundo que a atriz que faz a personagem da Kimmy é uma fofa, conhecida minha dos tempos de The Office. Terceiro porque a trama do seriado é tão surreal e fofa que não tem como não gostar. Menção honrosa para o amigo dela, Tituss, que tem tiradas e momentos engraçadíssimos em diversos episódios.






- Episodes

Também comecei essa série por indicação de um amigo e nossa, como eu demorei tanto tempo pra ver essa maravilha? Depois que acabou Friends fiquei com um certo medo de assistir qualquer coisa com os atores da série, fiquei meio enjoada da cara deles, sabe? Já tinha ouvido falar de "Episodes" e sua vibe meio metalinguística mas não imaginava que a série era tão engraçada. As brincadeiras com o humor britânico e americano, Matt Le Blanc interpretando uma versão engraçada e mal caráter de si mesmo, as várias situações embaraçosas... é uma comédia muito boa! Vale a pena! (e foi renovada, uhu!)



ps.: o inconveniente toque de celular do Matt na série é tão legal que coloquei a mesma música de ringtone no meu celular! hahaha


- The Fall

Essa foi indicação antiga de uma amiga super série-maníaca que adora seriados de psicopatas e coisa e tal. The Fall se passa em Belfast e conta a história de um serial killer e uma detetive tentando capturá-lo, mas ao contrário da maioria dos seriados com essa trama, em The Fall nós temos a perspectiva do assassino o tempo todo, ele não é um personagem misterioso. A atriz que interpreta a detetive é a Gillian Anderson e mano, que personagem FODA! Super decidida, forte, poderosa, diva e filosófica. Amo! Já o assassino é interpretado pelo 50 shades of Grey Jamie Dornan, que eu não imaginava ser um bom ator, mas é! Série excelente e vale a pena pelo contexto não-americano (e pra ouvir os sotaques da Irlanda do Norte!).




- Narcos

Narcos foi um hit, né? Não tinha quem não comentasse da série na minha timeline do facebook, nos sites de entretenimento, nas rodas de conversa. Eu sabia que sendo coisa do Padilha, seria coisa boa e não me decepcionei. R. e eu vimos todos os episódios em pouquíssimo tempo, pois não conseguíamos ficar sem! Wagner Moura mandou muito bem e estou orgulhosa de sua indicação à Melhor Ator pelo Globo de Ouro. Arrasou!




- Review

Indicação de um amigo super entendido de séries e que sempre acerta nas comédias que me indica. Review é sobre um programa de TV que faz resenhas de coisas que acontecem na vida ao invés de filmes, músicas, restaurantes. O apresentador do programa vivencia coisas sugeridas pelos telespectadores (como é se divorciar? e ficar viciado em drogas? e participar de uma orgia?) e ao final, diz quantas estrelas ele daria para tal experiência. A série começa engraçadíssima mas perde um pouco do tom do meio pro final. Mesmo assim, como são poucos episódios, dá pra dar umas boas dumas risadas!


Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top