Links legais #5

/

Links legais de número 5 na área! Fui salvando um monte de link que achei sem querer ou que pessoas compartilharam nas timelines alheias. E tem bastante coisa boa, viu?

Curiosidades

- Você já se perguntou o porquê dos ônibus terem assentos com estampa colorida? Acredite, acho que eu preferia não ter descoberto a razão.

- A garota que ganhou o título de Miss Japão causando pelo simples fato dela não parecer japonesa. Eu particularmente achei ela LINDA e ao ver sua entrevista, fiquei esperando um sotaque bem americano quando na verdade ela fala japonês igual às japonezinhas que falam baixinho e dando risadinha, sabe? Que doidera essa coisa das nossas expectativas e pré-conceitos!


Línguas

- Um videozinho muito fofo explicando a evolução das línguas.

Crianças ensinam estrangeiros a falar com o sotaque Dublinense - confesso que acabei vendo os vídeos todos e dei altas gargalhadas com o R. aqui. Só morando aqui ou ter tido a experiência de falar com alguém de Dublin pra entender e achar graça!

- Eu gostei dessa entrevista in so many levels que quero casar com esse texto. Sabe paixão? É isso. Basicamente é uma entrevista com o doutor e linguista Marcos Bagno, que explica o porquê de achar que o português brasileiro deve ser reconhecido como uma língua à parte, desvinculada do português europeu. Eu concordo com praticamente tudo que ele diz na entrevista, principalmente esse trecho aqui: "É impossível ensinar a ler e a escrever sem ensinar gramática; porém, não é preciso essa gramática nesse sentido tradicional, de esquartejar frases ridículas tiradas do bolso e fazer classificações. É refletir sobre a língua em uso, a partir de textos autênticos e, para isso, nenhuma gramática normativa serve — principalmente porque, se ela é uma gramática normativa, ela é baseada no português europeu, escrita no século 19. Nem para Portugal serve mais."

Aí lendo os comentários deixados por pessoas que leram o texto, encontro isso: "A Língua portuguesa deve ser respeitada como tal, pois foi levada pelos portugueses, aquando da descoberta. Se os brasileiros não querem falar o português, então falem outra língua, agora não é possível que o Brasil , esteja a adulterá-la . A língua é de Portugal , não é brasileira !" - Gente, desculpa. OI????!!!

E esse aqui: "Meu caro idiota, queira entender que se hoje você sabe falar e tem uma língua que lhe permite comunicar sem ser por gestos ou grunhidos, essa língua é o PORTUGUÊS! É essa língua "MÃE" que lhe permite escrever e falar as porcarias vergonhosas que escreve! Se não fosse a Língua de Camões você nunca teria passado do estado indígena para um estado mais ou menos inteligente, no seu caso especialmente será sempre menos está claro. Deixe-se de complexos!"

SOCORRO!

Enfim, a entrevista é longa mas vale muito a leitura. Já quero ler de novo porque é excelente!


Música

- O álbum da canadense Alanis Morissette completa 20 anos esse ano! Eu não "tava lá" pra ouvi-lo quando ele saiu, mas lembro da minha pré-adolescência (e meu vício na MTV) ouvindo diversas músicas retiradas desse álbum - "You oughta know" (ótima pra karaokês!), "Head over feet", "Ironic", etc, etc, etc. Depois, mais velha e com um inglês mais afiado, pude entender melhor as letras e toda a vibe que a Alanis quis passar. Que mulher, que músicas, que letras, que clipes!

16 razões pelas quais amamos o álbum Millennium dos Backstreet Boys - disso lembro muito bem. Era 1999 e lembro do dia em que comprei uma edição do CD pra chamar de minha! Confesso que não é o meu álbum preferido deles, mas como não voltar no tempo ao ouvir músicas como "The one" e "Show me the meaning of being lonely"?

- E falando em boy bands... Um post do Borboletando sobre como ser fangirl nos anos 90 era sofrido, mas muito legal. Coisas do tipo gravar VHS e fitas k7 (fiz muito!), colecionar revistas e esperar a estréia das músicas e clipes nas rádios e MTV... ah, jamais poderia imaginar o quão fácil seria ver um vídeo na internet como é hoje e como é fácil o acesso à tudo relacionado à uma banda!


Reflexões

Um post do blog Um ano sem Zara sobre como temos medo de envelhecer, algo que é tão natural e que acontece pra todo mundo. A própria autora resolveu assumir seus cabelos brancos e está super tranquila, sem se deixar ficar pressionada pelo que vão dizer. Achei a reflexão interessantíssima!

- A gente curte tanto as coisas no facebook ao invés de fazer algum comentário pertinente que parece que o 'like' perdeu o valor, né? Nesse texto eles falam um pouco sobre isso e tenho tentado (é difícil), aos poucos, comentar mais do que simplesmente curtir.

- Não sei como achei esse post, mas achei engraçado: 13 coisas que aprendi morando em Dublin. Me identifiquei com algumas, tipo "chuveiro elétrico é luxo" e "a chuva não para ninguém".
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top