Quase ia esquecendo: primavera e verão 2015!

/

Desde que cheguei na Irlanda fiz posts sobre todas as estações que vivi por aqui - inclusive tem uma página no blog só sobre isso. Eu obviamente estava animada com a mudança da vegetação, com as flores na primavera, o verde do verão, o alaranjado do outono e o frio do inverno, que adoro!

Com o tempo essa animação tende a baixar, o que é super normal: estou na Irlanda há pouco mais de 2 anos e as coisas estão estáveis e minha adaptação aqui é total. Logo, acabei deixando pra lá de escrever alguma coisa sobre a primavera ou o verão, que esse ano está longe de ser tão quente quanto foi em 2013 e 2014.

Mesmo assim, me sinto na obrigação de deixar registrado pelo menos um pouquinho da primavera e verão desse ano! Afinal de contas, apesar da excitação inicial ter passado, eu ainda adoro presenciar as diferenças das estações por aqui.

A primavera foi fria e até o começo do verão estava tudo muito misto: numa semana fazia calor de derreter, na outra, frio e chuva quase todo dia. Ai tinha dia ensolarado que virava chuvoso e dia chuvoso que virava ensolarado. E tinha dia de vento de dar raiva de ter que pedalar - já não basta enfrentar o bendito no inverno, agora na primavera e verão também?!



E com a primavera... as abelhas! Arrrghhhh!

As coisas estabilizaram em Junho e em quase todos os dias o clima foi bem agradável (não sei a temperatura, não olho isso faz tempo) - usei somente manga curta mas sempre com um casaquinho leve na bolsa pra caso esfriasse. Além disso, cheguei a ir trabalhar de pernas de fora, sem meia-calça, pela primeira vez no ano! hahaha

E falando em pernas de fora, precisei começar a usar um bom protetor solar pro corpo. No rosto eu já uso diariamente, hábito antigo. No corpo não, mas vi as consequências: braços mega queimados (de estar exposta no sol quando pedalo pro trabalho), colo queimado e o resto do corpo absurdamente branco. Parece até que é de outra pessoa!



As flores da primavera duraram pouco e agora só resta o verde das árvores e todo seu esplendor: é nesse momento do ano em que elas estão totalmente cheias de vida, lindas de se ver!



Os dias atingiram o pico de claridade no solstício de verão, em junho - e Dublin nos proporcionou um pôr-do-sol mais lindo que o outro e até consegui capturar um com a câmera. Juro que não modifiquei absolutamente nada nessa foto!



Em julho a história tem sido beeeem diferente e tem chovido muito, quase todo dia. Às vezes chove o dia todo, às vezes chove só um pouquinho. As temperaturas definitivamente caíram e agora estamos na esperança de que agosto traga dias mais secos pra gente aproveitar o restinho que falta do verão.
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top