Férias em São Paulo - versão 4.0

/

Oi, 2018!

Incrível como os anos tem passado cada vez mais rápido - e eu aqui pensando: será que é porque tô ficando mais velha? O fato é que a década de 2010 já está no final e fico besta quando conheço alguém nascido nos anos 2000 que já é quase adulto, rs.

Tirando essas divagações de lado, aproveito o climinha invernal lá fora pra refletir sobre as últimas férias no Brasil. No momento aqui em Dublin fazem uns 5 graus e tem chovido desde cedo - daqui a pouco saio para trabalhar e já tô pensando que vou ter que usar minhas roupas à prova d'água, o que significa que terei que sair mais cedo, já que colocar as roupas em casa e tirá-las quando chegar no trabalho acrescenta facilmente mais uns 10 minutos no meu trajeto. Sem contar o fato de que o vento lá fora tá em torno de 20 e poucos km por hora, então levarei mais do que os habituais 15 minutos para pedalar até a escola.




Mas eu falava das férias, né? Pois é. Desde que vim pra Dublin em março de 2013, nunca tinha voltado ao Brasil para passar o fim do ano, aniversário, Natal e tudo. Então confesso que o retorno dessas férias me deixou bem abalada. Mesmo. E até o R. tem sofrido um pouco. Voltar da badalação, amigos, família, barulho, comida e amor pra nossa vida a dois aqui foi um choque. E ter voltado de quase 30 graus para os quase zero graus da Irlanda, do pico do verão para o pico do inverno, foi outro choque. Como tá escuro! Eu nunca me afeto pelo inverno, mesmo. Enquanto tá todo mundo sofrendo, rezando por dias mais quentes, eu tô felizona com o sorriso na cara pois consigo usar minhas roupas de inverno, meus casacos, tomar meu chocolate quente... e durmo muito bem nessa época do ano aqui no hemisfério norte (no verão é o contrário, fujo da luz como o diabo foge da cruz, durmo de máscara, é uó).

Pois bem. Então juntou saudade da família, aquele período do mês pra mim, inverno europeu e cara.... o choque tá grande aqui. Ter voltado a trabalhar ajudou um pouco porque assim a rotina toma um pouco de forma, mas ainda assim... acho que ainda leva uns dias pra eu acostumar à vida por aqui novamente.

Enquanto isso, vou reminiscing sobre as semanas maravilhosas que passamos em casa: revi amigos, passei quality time com família, descansei, comi bem, comprei meus esmaltes de sempre, conheci lugares novos em São Paulo, tive uma festa de aniversário maravilhosa, um Natal super tranquilo e bacana com família, viajei pra um novo país na América Latina...

Conheci o famoso Beco do Batman com Laila, que estava a passeio em SP e conseguimos nos ver. Conheci Laila pelo instagram na época em que pesquisava sobre morar na Irlanda, ela foi super solícita e no meu primeiro dia aqui me levou no centro, me deu almoço, carona... uma fofa, inspiração de viagem total!





Comi pizza num desses lugares hipsters de Pinheiros e hamburger numa hamburgueria super cool e hipster na Vila Mariana.


Passeei pela Paulista, meu lugar preferido na cidade, tomei milkshake do Bob's, tomei sorvete com minha bestie, e passei horas da Livraria Cultura.





Recebi amigas de décadas em casa, comemos, batemos papo, colocamos a conversa em dia sem nenhuma interrupção de smartphones.


Conheci casa nova de amigas que casaram recentemente e pude participar do amigo secreto que faço todo ano com o pessoal da faculdade desde 2010 pessoalmente.


Passei tardes na casa da minha tia comendo, conversando, revendo fotos e matando as saudades. 

E fiz tantas, tantas outras coisas relaxantes e gostosas que só de pensar me dá aquela saudade e aperto no peito.

O ano começou maravilhoso e generoso, e temos muitos outros planos legais pra ele. Estou no momento um pouco chorosa, mas logo passa. 2018, seja muito bem-vindo!
Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top