Tirolesa na Irlanda (e meu último condado!)

/

Só faltava mais um condado para eu conhecer na Irlanda e era um justamente um condado meio "sem graça" mesmo. A real é que eu já tinha visto os highlights do país e achar algo de interessante para se fazer em Roscommon virou até piada na família do R., mas eu sou brasileira e não desisto nunca e sabia que o parque Lough Key estaria nos esperando quando tivéssemos a oportunidade.

E a oportunidade chegou num dia maravilhoso de sol no mês de maio!

O Lough Key Forest Park consiste em mais de 800 hectares de muita grama, árvores, lagos, etc, etc. Sabe aquele parque onde você encontra de tudo? Pois é. Além disso, apesar dele estar em Roscommon, é relativamente perto de Sligo então muita gente acaba indo pra lá fazer caminhada, praticar esportes, brincar com as crianças and fazer tirolesa, claro.

Meu amigo Rick já tinha participado dessa atividade e recomendado, então eu sabia que seria divertido. A empresa que cuida das tirolesas, ou zip line em inglês, se chama Zipit. Eles tem esse programa em três locações pelo país e você pode reservar pelo site - nós pagamos 30 euros para 4 horas cada. É caro, mas eu acho que vale a pena porque é uma coisa bem diferente de tudo que eu já tinha feito na vida.

lough key zipit roscommon


lough key zipit roscommon

lough key zipit roscommon

lough key zipit roscommon

lough key zipit roscommon

Quer dizer, eu até já tinha andado de tirolesa em Natal, no Rio Grande do Norte, mas tinha sido bem diferente, já que lá foi só colocar o equipamento e pular em direção ao rio por metros e metros a fio. Já aqui, você tem que passar por diversos obstáculos para fazer as tirolesas. São percursos de aventura onde você tem que cruzar pontes, escalar redes, se equilibrar nas coisas, etc, etc.

Eles oferecem diferentes percursos e antes de começar, um guia dá um pequeno treinamento e demonstração de como o equipamento de segurança funciona. Você está preso aos cabos o tempo todo, então mesmo se perder o equilíbrio e cair, não cairá no chão pois o cabo de segurança vai te prender.

Começamos pelo segundo percurso no quesito facilidade, que fica a apenas 4 metros do chão. O Orange Circuit nem foi tão difícil em termos de obstáculos, mas eu sofri pra cruzar um paredão de redes, já que tive que ir escalando e amigos, eu sou pesada. Então sofri demais pra me carregar até o outro lado, mas consegui fazer tudo e me diverti demais nas tirolesas. Levamos pouco menos de uma hora pra fazer tudo e resolvemos seguir pro próximo circuito, o White Circuit.

lough key zipit roscommon

lough key zipit roscommon

lough key zipit roscommon


Esse ficava a 10 metros do chão e já começou tão mais difícil que o outro que nos primeiros obstáculos eu chorei de medo e xinguei deus e o mundo, disse que ia desistir, que isso não era pra mim, que não estava me divertindo, hahaha. Mas aí nas tirolesas a sensação era tão gostosa que por alguns segundos eu esquecia do meu medo de altura e da minha bunda-molisse e seguia em frente. No fim, terminamos o trajeto, mas por mim, aquilo ali já tinha sido desafiador o suficiente.

R. queria mais, e surpreendentemente foi pro Blue Circuit. Eu fiquei de mãe acompanhando ele lá de baixo e tirando fotos, hahaha. Ele achou o percurso bem mais complicado porque ele fica a 15 metros do chão e tem obstáculos bem complicados, como subir uma escada meio solta entre duas árvores pra subir pra uma plataforma mais alta, entre outras coisas.

Foi uma tarde totalmente diferente do que costumamos passar e uma ótima maneira de marcar o meu último tick na listinha de condados irlandeses!

lough key zipit roscommon

lough key zipit roscommon

lough key zipit roscommon

Web Analytics

@blog_barbaridades

Back to Top